Gaúcho é um dos nomes conhecidos do pôquer nacional: vice no WSOP 2017

Gaúcho é um dos nomes conhecidos do pôquer nacional: vice no WSOP 2017 (Divulgação)

Sérgio Prado
17/06/2017
19:10
Especial para o LANCE!

O Brasil chegou muito perto de conquistar seu quarto bracelete na história da World Series Of Poker, a série mundial de pôquer. Bernardo Dias acabou ficando com a segunda colocação no Evento #27 (US$ 3.000 No Limit Hold'em 6-Max) da WSOP 2017, recebendo US$ 308.166,00 por seu desempenho.
O gaúcho é um veterano do poker nacional, com resultados importantes como a sétima colocação no LAPT Uruguai 2010 e o título no Sunday Million PokerStars, em 2014. O vice campeonato em um dos eventos mais difíceis do campeonato mundial agora é o maior resultado em sua brilhante carreira.

A eliminação de Bernardo Dias aconteceu depois de um longo heads-up contra o britânico Chris Moorman, que durou cerca de três horas. Depois de eliminar Michael Gagliano na terceira colocação, o brasileiro foi para o embate contra Moorman com a desvantagem e acabou não conseguindo reverter a situação. Na última mão, Bernardo foi all-in no botão, colocando suas últimas 3.500.000 fichas (21 big blinds) no meio da mesa. Moorman pagou e mostrou AK tendo vantagem contra o K10 do brasileiro. Na mesa não bateu nada e o inglês ganhou o torneio.

Esse foi o primeiro bracelete de Chris Moorman, que é considerado um dos maiores jogadores da história do poker online mundial, com mais de US$ 14 milhões em conquistas nas mesas virtuais.

WSOP 2017 - Evento #27 (US$ 3.000 No Limit Hold'em 6-Max)

Entradas: 959 inscritos
Premiação Total: US$ 2.589.300,00
Jogadores premiados: 144

1. Chris Moorman (Reino Unido) - US$ 498.682,00
2. Bernardo Dias (Brasil) - US$ 308.166,00
3. Michael Gagliano (EUA) - US$ 210.139,00
4. Steve Sung (EUA) - US$ 145.634,00
5. John Gorsuch (EUA) - US$ 102.605,00
6. Max Silver (Reino Unido) - US$ 73.510,00