Campeonato Brasileiro - Palmeiras x Coritiba (foto:Ari Ferreira/LANCE!Press)

Reservas do Palmeiras perderam para o Coritiba, por 2 a 0, no Allianz Parque (foto:Ari Ferreira/LANCE!Press)

LANCE!
29/11/2015
20:40
São Paulo (SP)

Com os 2 a 0 sofridos para o ameaçado Coritiba no Allianz Parque, o Palmeiras perdeu seu 15º jogo em 37 rodadas no Brasileiro. Assim, a equipe saiu de campo mais vezes derrotada do que vitoriosa (foram 14 triunfos) no Nacional. Diante do investimento feito para 2015 e o bom momento logo que Marcelo Oliveira chegou ao clube, o técnico do atual 11º colocado admite que a campanha está abaixo do esperado.

- Em relação à posição da tabela, é menos do que se esperava. Embora estivesse em 14º quando chegamos, fizemos menos do que esperávamos, porque perdemos muitos pontos para quem está embaixo no tabela. Este foi um problema, perder para times que não brigam em cima, e a produção inconstante. Não dá para dizer que era o time reserva, porque com o time titular não conseguimos (jogar bem) em alguns momentos, também  - analisou o treinador, depois do jogo contra o Coxa.

Campeonato Brasileiro - Palmeiras x Coritiba (foto:Ari Ferreira/LANCE!Press)
Coritiba vence reservas do Verdão e depende de si para não cair

O técnico, mesmo que tivesse poupado os 11 titulares para a final da Copa do Brasil, tinha a expectativa de ver neste domingo uma equipe que conseguisse criar mais do que de fato criou nos 90 minutos desta tarde.

- Atacamos bastante, mas sem a criação final. Se a gente pegar a grosso modo, ficamos muito no campo de ataque, mas com poucas oportunidades reais. Esperávamos um Palmeiras mais decisivo, criando mais, concluindo mais. Ficou legal para mim como técnico dar a chance a alguns garotos da base que o torcedor passa a conhecer. Já tinha acontecido com o Sales, hoje entrou o Juninho, o Jobson. Isto foi importante, e a luta dos jogadores, também - falou.

Pelo Brasileiro, o Verdão encerra sua campanha contra o Flamengo, no próximo domingo, mas o que de fato importa é o duelo de quarta-feira, contra o Santos, pela Copa do Brasil. Precisando vencer para ser campeão, o técnico Marcelo Oliveira não teme um golpe na confiança do grupo por essa derrota.

- Estamos vivos e convictos de que é possível (ganhar) a Copa do Brasil. Vamos brigar por isso - completou o treinador.