LANCE!
06/02/2016
07:00
São Paulo (SP)

Para fechar o setor defensivo dos mais valiosos da Copa Libertadores da América de 2016, listamos aqui os laterais mais caros do torneio, com destaque outra vez para os brasileiros.

Considerado o melhor lateral-direito do Brasileirão nos últimos anos, Marcos Rocha, do Atlético-MG, é o mais valioso, avaliado em 6 milhões de euros. Aos 27 anos, tem contrato com o Galo até o fim de 2018.

Em segundo lugar está o também lateral-direito Gino Peruzzi, do Boca Juniors. Avaliado em 5 milhões de euros, o jovem de 23 anos surgiu muito bem no Vélez em 2012 e logo foi vendido ao Catania. NO começo do ano passado foi comprado pelo time Xeneize e deve futuro dono da posição na seleção argentina.

O Galo não pode se queixar das laterais. O terceiro do ranking é Douglas Santos, lateral-esquerdo do clube, com mesmo valor de mercado de Peruzzi. Vale lembrar que ele tem apenas 21 anos e já esteve na Seleção Brasileira.

Um pouco mais barato é o argentino Emmanuel Más, do San Lorenzo, avaliado em 4,5 milhões de euros. Experiente, tem quatro jogos pela seleção e ganhou a Libertadores, em 2014.

O quinto colocado é o brasileiro Egídio, contratado pelo Palmeiras no começo do ano passado. Aos 29 anos, é avaliado em 4 milhões de euros e foi bicampeão brasileiro com o Cruzeiro.

Revelado pelo Estudiantes e negociado com o Sporting, Jonathan Silva é um lateral jovem e promissor. Emprestado ao Boca Juniors, voltará a Portugal no meio do ano. É avaliado em 3,5 milhões de euros.

Mais experientes, Carlinhos (São Paulo) e Leonel Vangioni (River Plate) são avaliados em 3 milhões de euros. O jogador do Tricolor já mostrou que pode fazer outra função, se necessário, e o argentino tenta o bicampeonato, mas deixará o clube no meio do ano para jogar pelo Milan.

Marcelo Oliveira (Grêmio) e Eugenio Mena (São Paulo) valem 2,75 milhões de euros. O primeiro fez um ótimo Brasileirão em 2015 e o segundo ganhou a Copa América com o Chile.

Fecham a lista, avaliados em 2,5 milhões de euros, Mercado e Casco (River Plate), Lucas (Palmeiras), Fágner (Corinthians), Patric (Atlético-MG) e Bruno (São Paulo).