Nezinho

Nezinho, do Vasco (Foto: Paulo Fernandes/Vasco.com.br)

Luiza Sá
25/10/2016
18:58
Rio de Janeiro (RJ)

O Vasco foi derrotado por 89 a 87 pelo Flamengo na última segunda-feira, no Ginásio Hélio Maurício, na Gávea. A partida foi válida pelo primeiro jogo da série final do Campeonato Carioca. O segundo jogo estava marcado para a próxima quarta-feira, mas ainda há possibilidade de passar para quinta.

Após a partida, o técnico do Cruz-Maltino, Christiano Medeiros, falou ao LANCE! sobre o equilíbrio do confronto. Ele também destacou que o motivo da derrota de sua equipe se deve a quantidade de erros decisivos.

- Foi um jogo bastante equilibrado, digno das tradições de Vasco e Flamengo. Não esperávamos nada diferente. Tivemos alguns erros em momentos cruciais. Abrimos três pontos e o Flamengo errou o ataque, mas não conseguimos um rebote defensivo e eles passaram à frente. Erramos defensivamente também no último quarto. Essas bolas vão pesando no final do jogo. Foi decidido em detalhes - analisou.

O Clássico dos Milhões acabou sendo muito pegado dentro de quadra, sendo 28 faltas para o Flamengo e 33 para o Vasco. Nos lances livres, o Fla bateu 43 e acertou 29. Já o Cruz-Maltino arremessou 34 e acertou 28.

- Hoje não saímos satisfeitos com a arbitragem. Os contatos que tem na defesa do Flamengo e que não são falta não são os mesmos da defesa do Vasco. É só ver o volume de lances livres que eles bateram. Tem uma diferença muito grande. Não estou colocando culpa na arbitragem em nenhum momento. Temos que acertar o que erramos e focar no próximo jogo - declarou.

Independente do local que acontecerá a próxima partida, o Vasco poderá contar com a presença de seu torcedor. Para o treinador, isso será fundamental para que a equipe de São Januário possa reagir na série.

- A presença da torcida será importantíssima. Nossos torcedores sempre foram apaixonados por basquete, sabem torcer e contamos com o apoio deles em massa para que seja mais um jogador para nós em quadra - completou Christiano Medeiros.