icons.title signature.placeholder RADAR/LANCEPRESS!
icons.title signature.placeholder RADAR/LANCEPRESS!
31/08/2015
16:23

O paulista Lucas Lee entrou para a história do golfe brasileiro neste domingo ao se tornar o terceiro golfista nacional a chegar ao PGA Tour, que reúne a elite do esporte. Lee terminou a temporada regular do Web.com Tour, o circuito de acesso ao PGA Tour, na 23ª colocação - os 25 primeiros colocados já garantem vaga para o circuito principal. Se os Jogos Olímpicos Rio 2016 fossem hoje, Lucas Lee seria um dos representantes brasileiros com vaga garantida.

Lee não jogou bem o Portland Open, último torneio do Web.com Tour antes dos Finals, encerrado neste domingo. Apesar de não ter passado o corte da competição, o brasileiro se manteve entre os 25 primeiros do ranking, com US$ 164 mil em prêmios no ano.

- Estou muito feliz e aliviado. Antes do torneio desta semana, eu já sabia que seria muito difícil ficar de fora dos 25 primeiros do ranking. Mas é agora que começa o mais difícil. Tenho que treinar mais para elevar o meu jogo a um outro nível, pois vou competir contra os melhores golfistas do mundo - disse.

Agora, Lee disputará os Finals, série de quatro torneios de US$ 1 milhão em prêmios cada que encerra a temporada e que distribuem outros 25 cartões para o PGA Tour. Como já está classificado, o que está em jogo para Lee é obter uma boa colocação para estar bem posicionado na lista de prioridades de inscrições nos eventos do PGA Tour.

- É uma excelente notícia para o golfe brasileiro poder contar com um representante no principal circuito de golfe do mundo, a um ano dos Jogos Olímpicos Rio 2016. Lucas Lee está colhendo os frutos de um trabalho muito profissional realizado há anos. A Confederação Brasileira de Golfe fica feliz por ter ajudado esse atleta brilhante em sua jornada rumo à elite do golfe com o convite para o Brasil Champions - afirmou Paulo Pacheco, presidente da CBG.

Antes de Lee, já disputaram o PGA Tour o carioca Jaime Gonzalez, na década de 80, e o paulista Alexandre Rocha, em 2011 e 2012 (atualmente, Rocha disputa o PGA Tour Latinoamérica).

O paulista Lucas Lee entrou para a história do golfe brasileiro neste domingo ao se tornar o terceiro golfista nacional a chegar ao PGA Tour, que reúne a elite do esporte. Lee terminou a temporada regular do Web.com Tour, o circuito de acesso ao PGA Tour, na 23ª colocação - os 25 primeiros colocados já garantem vaga para o circuito principal. Se os Jogos Olímpicos Rio 2016 fossem hoje, Lucas Lee seria um dos representantes brasileiros com vaga garantida.

Lee não jogou bem o Portland Open, último torneio do Web.com Tour antes dos Finals, encerrado neste domingo. Apesar de não ter passado o corte da competição, o brasileiro se manteve entre os 25 primeiros do ranking, com US$ 164 mil em prêmios no ano.

- Estou muito feliz e aliviado. Antes do torneio desta semana, eu já sabia que seria muito difícil ficar de fora dos 25 primeiros do ranking. Mas é agora que começa o mais difícil. Tenho que treinar mais para elevar o meu jogo a um outro nível, pois vou competir contra os melhores golfistas do mundo - disse.

Agora, Lee disputará os Finals, série de quatro torneios de US$ 1 milhão em prêmios cada que encerra a temporada e que distribuem outros 25 cartões para o PGA Tour. Como já está classificado, o que está em jogo para Lee é obter uma boa colocação para estar bem posicionado na lista de prioridades de inscrições nos eventos do PGA Tour.

- É uma excelente notícia para o golfe brasileiro poder contar com um representante no principal circuito de golfe do mundo, a um ano dos Jogos Olímpicos Rio 2016. Lucas Lee está colhendo os frutos de um trabalho muito profissional realizado há anos. A Confederação Brasileira de Golfe fica feliz por ter ajudado esse atleta brilhante em sua jornada rumo à elite do golfe com o convite para o Brasil Champions - afirmou Paulo Pacheco, presidente da CBG.

Antes de Lee, já disputaram o PGA Tour o carioca Jaime Gonzalez, na década de 80, e o paulista Alexandre Rocha, em 2011 e 2012 (atualmente, Rocha disputa o PGA Tour Latinoamérica).