Vôlei - Bruninho

Bruninho falou sobre importância dos fatores motivacionais na Olimpíada (Foto: AFP/JOHANNES EISELE)

RADAR/LANCE!
30/08/2016
23:29
Rio de Janeiro (RJ)

O levantador da Seleção Brasileira Bruninho, foi o entrevistado do programa "Bola da Vez", da ESPN e comentou sobre importância do líbero Serginho na conquista do ouro olímpico, em casa. Para o capitão, jogo contra a França foi fundamental na arrancada e apoio de todos ajudou na motivação para cada partida até a final contra a Itália.

- Antes do jogo contra a França, nós jogadores nos reunimos, o Serginho fez um apelo para gente, dizendo que estava na UTI e era um dos últimos momentos para ele. Ele pediu para jogarmos por ele, para ajudar e aquilo tocou a gente. O maior exemplo falando aquilo motivo a gente e na partida contra a França, jogo difícil, ficamos perdendo um bom tempo. No fim, o abraço foi de alívio, por não ter fracassado em casa.

- Foi incrível para jogar, até mesmo na Vila Olímpica, os voluntários nos apoiavam e nos davam força. Isso foi fundamental para todos nós também - completou, falando sobre apoio de todos que estavam por perto.

Bruninho ainda comentou sua relação com o técnico e pai Bernardinho. Jogador falou que mesmo quando enfrenta dificuldades, relação é mais profissional e fria com o pai. Para ele, quando estão defendendo a Seleção, sentimento não pode atrapalhar no trabalho.

- É diferente, se eu estou chateado, é difícil eu ir no quarto dele, é impossível. Ali ele é meu treinador, não tinha isso, em alguns momentos nossa relação é muito mais fria. Ele fala comigo de um jeito profissional, família é muito menos. As vezes eu pergunto, mas o convívio é muito mais gelado na Seleção.