Del Potro

MARTIN BERNETTI / AFP

Tênis News
30/08/2016
20:41
Nova York (Estados Unidos)

O campeão do US Open 2009 e atual medalhista de prata no Jogos Olímpicos, o argentino Juan Martin Del Potro, 142º do ranking da ATP, voltou a vencer nas quadras do complexo Billie Jean King, após três anos, ao superar o compatriota Diego Schwartzman.

Delpo precisou de 2h37 para fechar o placar em 6/4 6/4 7/6 (3) tendo convertido 11 aces contra sete de Schwartzman, que cometeu 38 erros não-forçados contra 48 de Del Potro, que disparou 34 bolas vencedoras contra 28 de Diego.

O tenista natural da cidade de Tandil tem sofrido constantemente com lesões e cirurgias para correção no punho, está desde a edição 2013 sem disputar o Slam nova-iorquino, quando venceu o espanhol Guillermo Garcia López em quatro sets na estreia e parou na segunda rodada diante do australiano ex-número um do mundo, Lleyton Hewitt, em cinco sets.

Convidado da edição 2016, Del Potro vai à segunda rodada onde aguarda pelo vencedor da partida entre o norte-americano Steve Johnson e o russo Evgeny Donskoy.

O jogo

A partida começou com disputa de longos games, com Del Potro salvando breakpoint já em seu primeiro game de saque, mas na sequência conquistou a quebra de saque, sacou firme e abriu 3/1 no placar. Schwartzman tentou arriscar, cometeu três erros e foi quebrado de zero, vendo Delpo abrir 4/1 no placar e saca de maneira relaxada sendo quebrado na sequência. Schwartzman tentou pressionar, mas Del Potro se segurou e fechou a primeira etapa.

No segundo set, o tenista de Tandil iniciou firme na devolução, conquistou a quebra de saque, abriu 2/0, mas foi surpreendido e viu o adversário devolver a quebra no quarto game igualando a partida em 2/2. O jogo seguiu equilibrado até o sétimo game, onde Schwartzman trabalhou com segundo serviço e foi quebrado. Dali em diante Delpo administrou a vantagem.

Na terceira parcial, os tenistas fizeram a disputa mais equilibrada e com menos erros do jogo. A quebra veio no décimo primeiro game para Del potro, que sacou para o jogo e foi surpreendido pelo compatriota que devolveu a quebra e forçou o tiebreak. Ali, o forehand potente de Delpo fez a diferença, abriu duas mini-quebras e sacou firme para fechar a partida.