LANCE!
26/09/2017
14:56
Pau (FRA)

O Mundial de canoagem slalom iniciou nesta terça-feira em Pau, na França, já com brasileiros na disputa. Na classe C1, o time formado por Felipe Borges, Charles Corrêa e Leonardo Curcel terminou na nona colocação. Eles passaram pelos 19 obstáculos com uma penalidade e marcaram o tempo de 109s05. O título ficou com a Eslováquia (95s44), a Grã-Bretanha (98s44) levou a prata e a França (98s72) o bronze. A prova contou com 15 delegações. 

- Fizemos uma estratégia de descermos um pouco afastados e acreditamos que foi um bom plano. Creio que até o ano que vem, no Mundial em casa, os resultados serão melhores - afirmou Felipe Borges. A próxima edição da competição será no Rio de Janeiro. 

Na classe K1, também por equipes, o Brasil terminou no 15º lugar. Formado po Pedro Gonçalves, Renan Soares e Guilherme Mapelli, o time verde e amarelo completou a prova em 103s45, cometendo três penalidades. O pódio foi formado por República Checa (93s06), França (94s07) e Eslovênia (94s41).

- Ao todo foi uma boa descida, andamos em uma boa sincronia, mas precisamos trabalhar para fazermos uma descida limpa, as penalidades novamente foram o nosso calcanhar de Aquiles - comentou Renan Soares.

O Mundial segue nesta quarta-feira, com Ana Sátila e Omira Estácia buscando uma vaga nas semifinais do C1 feminino. Pedro Gonçalves, Guilherme Mapelli e Renan Soares competem no K1 masculino, também chegar nas semifinais. A competição se encerrará neste domingo.