Amanda Nunes - UFC 198

Amanda estára no UFC 200 (Foto: Ezequiel Joatã Prestes/Fotoarena/Lancepress!)

João Vitor Xavier
14/05/2016
14:10
Especial para o LANCE! em Curitiba (PR)

A peso galo Amanda Nunes não é tão conhecida no Brasil, pois, como ela mesmo admite, fez toda sua carreira no MMA nos Estados Unidos. A lutadora, porém, garante que sua maior motivação é trazer o título de sua categoria no UFC para o país.

A baiana enfrenta Miesha Tate em disputa de título no UFC 200, que terá mais duas disputas de cinturão: José Aldo e Frankie Edgar buscam o título interino dos penas e Jon Jones e Daniel Cormier unificarão o título dos meio-pesados.

- Prometo para vocês que vou trazer esse cinturão para o Brasil. Estou realizando um sonho e agora quero voltar mais e ser conhecida aqui também, pois treino e moro na Flórida, na maior academia do mundo, a American Top Team. Prometo que vou ser campeã – comentou antes da pesagem do UFC 198 na última sexta-feira.

Para conquistar seu objetivo, porém, a Leoa terá que melhorar seu preparo físico, grande problema de suas atuações no octógono. Amanda começa bem suas lutas, mas cai de produção vertiginosamente com o correr do combate:

- Sei que tenho esse problema e talvez seja a respiração. Estou trabalhando no meu preparo físico, com crossfit, natação e trabalhos respiratórios específicos.

Além desse obstáculo, Amanda terá pela frente uma das lutadoras mais duras do UFC: a campeã Miesha Tate é conhecida justamente por sua durabilidade.

- Já falei para ela isso e repito: a Miesha tem brechas tanto em pé como no chão. Ela nunca lutou contra alguém como eu, que pode terminar a luta a qualquer momento.