Renato Gaúcho

Renato Gaúcho descartou priorizar competições: 'Vamos sempre buscar vitórias' (Foto: Rodrigo Rodrigues/Grêmio)

RADAR / LANCE!
19/09/2016
13:01
Porto Alegre (RS)

A confiança em uma redenção do Grêmio na temporada marcou o início da terceira passagem de Renato Gaúcho no comando da equipe. Em sua apresentação no início da tarde desta segunda-feira, o treinador, que recebeu a camisa 113 ao lado do novo coordenador técnico, Valdir Espinosa, e o vice de futebol, Adalberto Preis, apontou que o momento é de dar forças ao elenco:

- Sem confiança, o Grêmio não consegue desenvolver tudo aquilo que sabe. já fui jogador e sei como é isto. O papel do treinador é fazer com que a equipe jogue bem e busque resultados. Vim para contribuir com minha forma de trabalho, para dar carinho a estes jogadores.

O técnico detalhou como lidará para a equipe se redimir da sequência de sete jogos sem vitória (seis delas, sob o comando de Roger Machado, que pediu demissão na última quarta-feira):

- Não tem nenhum clube no mundo que passe por uma queda de rendimento durante o ano. Aconteceu em um momento ruim, mas a situação não está péssima como dizem. Vou acompanhar as pessoas no dia a dia para saber uma coisa a mais e como a equipe reagir. 

Renato Gaúcho exigiu o apoio maciço da torcida para a equipe conseguir voltar a reagir no Brasileirão:

- Podemos voltar a ter um bom futebol. Por isto, peço ao torcedor para abraçar o grupo, vir ao estádio, incentivar, gritar, apoiar para a equipe sentir que pode contar com vocês.

O técnico descartou a possibilidade de o Tricolor gaúcho priorizar o Brasileirão ou a Copa do Brasil. Aos seus olhos, a busca será sempre por um bom rendimento:

- A gente tem de buscar sempre as vitórias. Copa do Brasil é caminho mais curto para título, mas daremos também total atenção ao Brasileiro.

A entrevista coletiva foi marcada por um momento de descontração. Questionado sobre como era voltar a trabalhar com Valdir Espinosa, treinador das conquistas da Libertadores e do Mundial de 1983 e definido por um repórter como "o homem que te deu um título", Renato rebateu de forma irreverente:

- Foi o contrário, quem correu fui eu (risos). Brincadeiras à parte, Espinosa é meu segundo pai, temos uma amizade muito grande, conversamos sempre. É um prazer enorme trabalhar com ele.

Renato Gaúcho comandará seu primeiro treino já nesta segunda-feira, às 15h.