Roger Machado Grêmio

Roger, liberado, terá muitos desfalques contra o Furacão, na Arena da Baixada (Foto: Lucas Uebel/Grêmio)

RADAR/LANCE!
25/06/2016
10:36
Porto Alegre (RS)

O Grêmio ganhou um reforço para se recuperar da última derrota e voltar a brigar pela liderança do Campeonato Brasileiro. E é fora das quatro linhas. Na última sexta-feira à noite, o Superior Tribunal de Justiça Desportiva (STJD) aceitou o pedido de efeito suspensivo gremista e, com isso, o técnico Roger Machado irá comandar a equipe neste domingo, em Curitiba.

- O STJD acolheu integralmente nosso pedido. A condenação se torna frágil quando o réu não cometeu ilicitude. O Roger poderá treinar o time normalmente no domingo - avisou Gabriel Vieira, advogado do Grêmio.

Roger foi julgado na manhã da última sexta pelo STJD por desrespeito à equipe de arbitragem na partida diante do Fluminense, pela sétima rodada do Brasileirão. O árbitro Andre Luiz de Freitas Castro (GO) escreveu na súmula do jogo que o treinador teria se dirigido a ele de forma exaltada e colocado o dedo em riste ao reclamar de irregularidade no gol do Flu:

- No gol do fluminense o jogador deles dominou a bola com a mão. Você vai ver depois - teria dito o técnico ao juiz, que relatou estas palavras. 

A pena de um jogo só será cumprida caso Roger for condenado em novo julgamento, desta vez no Pleno do STJD - que ainda não tem data marcada. Com isso, o comandante estará à frente do desfalcado Grêmio, neste domingo, na partida contra o Atlético-PR, às 16h (de Brasília), pela décima primeira rodada do Brasileiro.