Nenê, do Vasco, e Fred, Fluminense

(Fotos: Divulgação/Cleber Mendes)

Alexandre Araújo e David Nascimento
17/04/2016
08:00
Manaus (AM)

Atuais referências em seus respectivos times, Fred e Nenê chegam para o clássico deste domingo em momentos distintos. Enquanto o camisa 10 do Vasco, que chegou ano passado a São Januário, vem conquistando a torcida a cada dia e diz estar identificado com o clube, o atacante tricolor, por pouco, não jogou fora a passagem pelas Laranjeiras, após um desentendimento com o técnico Levir Culpi.

Apesar da adoração do torcedor, Nenê ainda busca o primeiro título pelo Vasco. No Tricolor, Fred conquistou dois brasileiros (2010 e 2012) e um Carioca (2012). O encontro entre os dois no clássico entre Fluminense e Vasco, que decidirá o campeão da Taça Guanabara, acontece neste domingo, às 16h, na Arena da Amazônia, em Manaus. O site do LANCE! transmite em tempo real.

Nenê foi contratado pelo Vasco em momento conturbado, quando o time lutava contra o rebaixamento no Brasileiro. O meia foi líder do time que conseguiu uma arrancada, mas caiu para a Série B. Conquistou a torcida, que canta o seu nome em todas as partidas. É sempre o mais assediado na busca por uma foto ou autógrafo. Em 2016, é um dos artilheiros da equipe, ao lado de Riascos, com sete gols.

Os títulos obtidos fizeram com que Fred virasse ídolo tricolor. Mas o panorama mudou após polêmica com Levir Culpi. Ao discutir com o treinador e ameaçar deixar o clube, ele viu a torcida lhe virar as costas e ficar do lado do técnico. Passou a imagem de que se via acima do clube, pecado mortal aos olhos da torcida. Quase deixou as Laranjeiras pela porta dos fundos às vésperas da decisão pela Taça Guanabara. São Paulo e Atlético-MG o queriam.

Para completar, passa por jejum em campo e não faz gols desde 19 de fevereiro, contra o Macaé, ainda pela primeira fase do Estadual. Nenê quer ser novamente decisivo e ganhar ainda mais espaço nos corações vascaínos. Para isso, precisa também de títulos, o que Fred já tem no adversário.

O centroavante do Fluminense procura mostrar que um amor de verdade pode passar por cima de crises e voltar a ser como antes. Deseja a adoração recebida por Nenê em São Januário.