LANCE!
16/04/2016
06:25
São Paulo (SP)

Um dos clubes mais tradicionais da Inglaterra, o Liverpool tem histórico de partidas emocionantes. Uma delas aconteceu esse ano contra o Borussia Dortmund em Anfield. A final da Liga dos Campeões de 2005, quando os Reds perdiam para o Milan por 3 a 0, mas empataram o jogo e ganharam a taça nos pênaltis, também ficou para a história.

Os brasileiros também sabem bem o que é isso, com duas lembranças ruins e uma muito boa. Entre as más recordações, estão a final da Copa do Mundo de 1950 contra o Uruguai, derrota de virada por 2 a 1 no 'Maracanazo'. A outra foi na olimpíada de Atlanta, em 1996, derrota por 4 a 3 para a Nigéria. Porém, todos devem se lembrar do título da Copa América de 2004, contra a Argentina, com gol de Adriano nos acréscimos e a conquista nos pênaltis.

Entre os clubes, o Santos não esquece da vitória sobre o Fluminense por 5 a 2 no Brasileirão de 1995, com show de Giovanni 'Messias'.

Mas o Peixe também foi vítima de reviravoltas. Em 2001, empatava com o Corinthians e garantia a classificação no Paulista, até Ricardinho marcar o gol da vitória aos 48 minutos do segundo tempo. Dez anos depois, foi a vez de ver Ronaldinho em noite histórica na derrota por 5 a 4 na Vila Belmiro no Brasileirão.

Mas o Rubro-Negro não passa ileso. Em 1999, o Mengo havia vencido o Palmeiras por 2 a 1 no jogo de ida da Copa do Brasil e repetia o placar na volta em São Paulo, mas não resistiu ao campeão da Libertadores daquele ano e foi goleado por 4 a 2.

Um ano depois, o Verdão viu uma das maiores viradas do futebol brasileiro. Vencia a decisão da Mercosul por 3 a 0 contra o Vasco, mas inacreditavelmente sofreu a virada para 4 a 3.

Naquele mesmo ano, o Cruzeiro perdia a final da Copa do Brasil para o São Paulo por 1 a 0, mas conseguiu a virada com gol de falta de Geovane.

Em 2005, o Grêmio tentava voltar à Série A do Brasileiro e precisava vencer o Náutico no estádio dos Aflitos, mas teve jogadores expulsos e um pênalti duvidoso contra. O Imortal não só não sofreu o gol como aproveitou o contra-ataque e foi campeão do torneio, na chamada Batalha dos Aflitos.

Em 2014, o Atlético-MG ainda sentia a empolgação da inpedita Libertadores quando conseguiu uma improvável virada contra o Corinthians na Copa do Brasil, após perder a ida por 2 a 0. Na volta, levou um gol no início de jogo, mas virou para 4 a 1 e foi rumo ao título.

Para fechar, lembramos dos times de Manchester. Em 1999, os Red Devils perdiam a decisão da Liga dos Campeões para o Bayern de Munique por 1 a 0. Foi aí que tudo aconteceu. Quase no fim da partida, os ingleses não só empataram como viraram o jogo e levaram a Orelhuda e depois o Mundial de Clubes. Em 2012, o Manchester City perdia para o QPR por 2 a 1 e o título ia para as mãos do United. No entanto, os Citizens viraram a levaram a Premier League de maneira espetacular.