Mesmo com festa da torcida,  Botafogo e América-MG ficam no empate
Roberto Assaf
28/11/2015
19:35
Rio de Janeiro (RJ)

Antes do 0 a 0 entre Botafogo e América-MG, a festa pelo título e Maitê Proença vestida - nem o lenço em torno do pescoço ela tirou, apesar dos gritos da galera. Calma. A moça prometeu mais uma vez que exibirá seus dotes físicos. O problema é que havia a esperança, afinal frustrada, de vê-la despedida ao vivo. Ocorreram também protestos contra o apoiador William Aarão, um dos destaques do Alvinegro no Brasileiro da Série B, que está deixando o clube, num enredo que desagradou ao torcedor. Impossível reproduzir o coro dirigido ao atleta.

Bola rolando enfim, 22 jogadores com a cabeça nas férias, merecidas, após uma longa e difícil temporada, na partida que fechou 2015 para ambos, sob o calor de 35 graus do subúrbio carioca. Logo, o Glorioso e o Coelho cumpriram o compromisso de forma equilibrada, quase uma recreação de fim de semana entre amigos, criando poucas oportunidades, embora nenhum dos times tivesse nada a perder. No primeiro tempo, aos 24, Renan Fonseca mandou uma bola na trave. Aos 43, Tony chutou forte à esquerda do goleiro.

GALERIA: O confronto em imagens (Fotos: Paulo Sergio/LANCE!Press)

O que poderia se esperar da etapa derradeira? Nada de muito diferente. Aos cinco minutos, Bruno Sávio tirou Renan Fonseca da frente e bateu para ótima defesa de Hélton Leite. Na metade do jogo, Maitê resolveu deixar o Engenhão. Houve alvoroço. Mãos aflitas prepararam os celulares para registrar a deusa como Eva. Inútil.

No campo, a bola, cansada, se arrastava, pedindo o fim do encontro. Aos 43, Bruno Sávio, de cabeça, obrigou o goleiro a praticar outra bela defesa. Tudo bem. O que interessava, de fato, era saber que Botafogo e América (que finalizou a Série B com o quarto lugar) superaram as decepções de 2014 e entram 2016 na elite. Que o novo ano seja feliz para ambos. Resta agora Maitê mostrar o que o criador lhe deu.

FICHA TÉCNICA
BOTAFOGO 0 X 0 AMÉRICA-MG


Local: Estádio Nilton Santos, no Rio de Janeiro (RJ)
Data/Hora: 28/11/2015 – 17h30
Árbitro: Francisco de Paula dos Santos Silva Neto (RS)
Auxiliares: Katiuscia M Berger Mendonça (ES) e Leonardo Mendonça (ES)

Renda/Público:
R$ 375.600,00 / 13.765 pagantes
Cartões amarelos: Messias (AME)
GOLS: -

BOTAFOGO: Helton Leite, Diego, Emerson, Renan Fonseca e Diego Giaretta; Diérson (Luis Ricardo - Intervalo), Rodrigo Lindoso, Fernandes e Tomas Bastos (Elvis - 25'/2ºT); Neilton (Lulinha - Intervalo) e Luis Henrique - TÉCNICO: Ricardo Gomes.

AMÉRICA-MG: João Ricardo, Messias (André - 18'/2ºT), Anderson Conceição (Rodrigo Souza - 34'/2ºT), Wesley Matos, Walber, Leandro Guerreiro, Tony, Xavier, Mancini, Pablo e Cristiano (Bruno Sávio - Intervalo) - TÉCNICO: Givanildo Oliveira.