Campeonato Brasileiro - Cruzeiro x Sport (foto:Pedro Vilela / Agencia i7)
LANCE!
15/11/2015
19:03
Belo Horizonte (MG)

Foram necessários oito minutos para o Cruzeiro marcar três gols e transformar o difícil jogo contra o Sport em goleada. Abrindo a 35ª rodada do Campeonato Brasileiro, o time de Mano Menezes venceu por 3 a 0 os comandados de Falcão, em partida disputada no Mineirão, neste domingo. Os gols de Willians, Marcos Vinicius e Durval, contra, só saíram na etapa final.

Com o resultado, o Cruzeiro chegou aos 51 pontos e ainda sonha com a vaga no G4 do Brasileiro. O Sport, com 52, está dois pontos atrás do Santos, atual quarto colocado. A 35ª rodada será encerrada durante a semana, com quatro jogos na quarta-feira e cinco partidas na quinta-feira.

Na entrada em campo, os times entraram com bandeiras do estado de Minas Gerais e da França, em homenagens às vítimas da tragédia ambiental no município de Mariana e Paris, capital francesa alvo de ataques terroristas na última sexta-feira. Um justo minuto de silêncio, respeitado por todos no estádio.

Campeonato Brasileiro - Cruzeiro x Sport (foto:Pedro Vilela / Agencia i7)
Foram prestadas homenagens às vítimas das tragédias em Mariana e Paris (foto:Pedro Vilela / Agencia i7)

EQUILIBRADO, PRIMEIRO TEMPO ACABA SEM GOLS

Na etapa inicial, os times não corresponderam a grande expectativa criada antes de a bola rolar. O Cruzeiro até buscou mais o ataque, porém, das oito finalizações, nenhuma foi na direção da meta defendida por Danilo Fernandes. O Sport, apesar de finalizar menos, fez o goleiro Fábio trabalhar duas vezes, em cabeçadas de André e Durval.


O confronto foi equilibrado, com as duas equipes se respeitando e, por isso, a bola rodou muito pela intermediária do gramado. Marlone, atuando nas costas do lateral-esquerdo Fabrício, foi o jogador mais acionado do Sport. O trio ofensivo do Cruzeiro - Alisson, Marcos Vinicius e Willian - não encaixou e a partida foi para o intervalo sem gols.

RAPOSA LIQUIDA O LEÃO EM OITO MINUTOS

Apesar de Mano Menezes não ter feito substituições, o Cruzeiro voltou diferente. Alisson, mais centralizado, teve espaço e fez a Raposa pressionar no início. Depois de três escanteios seguidos, a bola ficou para Fabrício na esquerda. O cruzamento foi perfeito para Alisson, que cabeceou e obrigou Danilo Fernandes a fez ótima defesa.

O Sport deu sua resposta em sequência. A zaga do Cruzeiro se complicou e Diego Souza arriscou chute forte de fora da área. Fábio mostrou que também estava atento e defendeu. A partida ficou eletrizante. Willian ficou cara a cara com Danilo Fernandes e encheu o pé. O camisa 1 do Sport fez mais um milagre neste Campeonato Brasileiro.


No escanteio, Manoel desviou e a bola bateu no braço de Ronaldo. Apesar de estar junto ao corpo, o árbitro Marielson Alves Silva marcou pênalti. O volante Willians cobrou com categoria, deslocando o goleiro, e fez 1 0. Dois minutos depois, o autor do gol apareceu livre pela direita e cruzou, procurando o atacante Willian na área. Antes de a bola chegar no Bigode, Durval descontou contra a própria meta: 2 a 0.

O Sport partiu com tudo para buscar o empate. Com muito espaço, o Cruzeiro não demorou para ampliar. Aos 21, Marcos Vinicius recebeu ainda no campo de defesa. A sua frente só estava o volante Ronaldo, que não teve o que fazer quando o jovem atacante arrancou, cruzou o campo e finalizou rasteiro, transformando o placar em goleada.

FICHA TÉCNICA:
CRUZEIRO 3 X 0 SPORT


Local: Estádio Mineirão, em Belo Horizonte (MG)
Data: 15/11/2015, às 17h
Árbitro: Marielson Alves Silva (BA)
Assistentes: Rodrigo Henrique Correa (Fifa/RJ) e Elicarlos Franco de Oliveira (BA)
Renda/Público: R$ 701.652,00 / 25.851 pagantes

Cartões amarelos: Willian, Willians (CRU); Matheus Ferraz, Régis (SPT).
Cartões vermelhos: Não houve.

GOLS: Willians, 1-0 (13'/2ºT), Durval, 2-0 (Contra, 15'/2ºT) e Marcos Vinicius, 3-0 (21'/2ºT).

CRUZEIRO: Fábio, Ceará (Fabiano, 38'/2ºT), Manoel, Bruno Rodrigo e Fabrício; Henrique, Willians, Ariel Cabral, Marcos Vinícius (Marquinhos, 32'/2ºT) e Alisson (Leandro Damião, 26'/2ºT) ; Willian. Técnico: Mano Menezes.

SPORT: Danilo Fernandes, Oswaldo, Matheus Ferraz, Durval e Renê; Rithely, Wendel (Ronaldo, 39'/1ºT), Neto Moura (Régis, 17'/2ºT), Diego Souza e Marlone (Maikon Leite, 25'/2ºT); André. Técnico: Falcão.