DAlessandro (Foto: Internacional)

               Sobrou emoção durante a coletiva concedida por D'Alessandro no Beira-Rio (Foto: Internacional)

LANCE!
03/02/2016
17:22
Porto Alegre (RS)

D'Alessandro oficializou nesta quarta-feira que está deixando o Internacional para retornar ao River Plate, clube que o revelou e pelo qual torce desde a infância. Torcida que passaria a ser do Colorado desde 2008. Como tem contrato com o Inter até dezembro de 2017 e seu empréstimo ao Millonario vai até o fim deste ano, D'Ale afirmou que está encerrando uma etapa no Colorado e não um ciclo. Seu desejo é voltar ao Colorado.

– Olha, eu estou fechando uma etapa, meu ciclo não termina. Meu contrato com o Inter é até 2017, e fico no River até dezembro. Não posso prometer nada. Tentei ser profissional no período em que estive aqui. Claro que nunca vou agradar todo mundo, mas sempre tentei fazer o meu melhor. É emocionante saber o quanto a gente é querido aqui – destacou D'Ale, em entrevista coletiva no Beira-Rio.

D'Alessandro garantiu que sua vontade é proporcionar ao torcedor colorado um último ato em sua primeira etapa no clube. Ele se colocou à disposição do técnico Argel Fucks para o duelo desta noite, diante do São José. Jogo que é válido pela segunda rodada do Campeonato Gaúcho, marcará a estreia do Inter no Estadual e ainda valerá o título da Recopa Gaúcha. Será a chance de D'Ale erguer mais um título como capitão colorado.

– Hoje, estou à posição, concentrado. Quem vai decidir é o treinador – disse D'Ale, que convocaria o torcedor colorado para comparecer ao Passo D'Areia logo mais:

– Eu queria me despedir no jogo do Gauchão no Beira-Rio com a torcida, mas não acontecer, mas infelizmente tentarei me despedir hoje. Peço que o torcedor do Inter lote o estádio do São José para me despedir dele.

D'Alessandro garantiu que a dívida que o Inter tinha com ele referente sobre salários atrasados não existe mais. Segundo o apoiador, o clube já acertou tal pendência:

– Não existe nenhuma dívida. Isto aí, bom que perguntou, queria agradecer ao presidente (Piffero), ao Pellegrini. Sempre falei que o Inter não teria problema nenhum (com a dívida), não existe nenhuma dívida. O clube fez um esforço, estou muito agradecido e muito feliz.

Ao longo de sete anos e meio de Internacional, com 340 jogos, 76 gols, 79 assistências e nove títulos, D'Alessandro vivenciou muita coisa. Como escolher apenas um momento? O ídolo colorado fez tal escolha, apesar de preferir valorizar todos.

– É difícil escolher um momento, mas com certeza, o título mais importante foi a Libertadores de 2010. Poderia citar outros títulos, mas é um trabalho do grupo, tenho que creditar todos. Tive sorte de fazer parte de grandes times, de conviver com o CT do antigo Beira-Rio, do meu relacionamento com os empregados. Mais do que ser lembrado pelos títulos, quando voltar aqui e o segurança estiver na porta me esperando me der um abraço, vai valer a pena – destacou D'Ale.

D'ALESSANDRO PELO INTERNACIONAL:
• 340 jogos
• 76 gols
• 79 assistências
• Estreia: 13/8/2008 – Internacional 1 x 1 Grêmio – Copa Sul-Americana

TÍTULOS:
• Copa Libertadores da América 2010
• Copa Sul-Americana 2008
• Recopa Sul-Americana 2011
• Campeonato Gaúcho 2009, 2011, 2012, 2013, 2014 e 2015