LANCE!
07/11/2016
15:06
Barcelona (ESP)

O juiz José de la Mata, da Audiência Nacional da Espanha, quer levar o atacante Neymar e o Barcelona a julgamento. O magistrado entende que os dois praticaram delitos relacionados à transferência do ex-jogador do Santos para o clube catalão, em maio de 2013.

O Tribunal entende que os dois últimos presidentes do Barcelona (Sandro Rosell e Josep María Bartomeu) são responsáveis pela fraude dos contratos, assim como Neymar e o pai do jogador. Segundo a imprensa espanhola, José de la Mata quer os quatro no banco dos réus.

Para o juiz, Neymar e o Barcelona "alteraram as regras do livre mercado de transferências" quando, em 2011, assinaram um pré-contrato no qual o craque brasileiro recebeu 40 milhões de euros (R$ 141 milhões) para fechar com os Blaugranas no futuro.

No mês passado, o mesmo juiz recebeu um pedido do Fisco Espanhol para que processasse Neymar, o pai do atacante, o Santos e Rosell por indícios de corrupção na ida do craque para o Camp Nou.

O processo movido pelo grupo DIS em relação à transferência de Neymar para o Barça havia sido arquivado pelo magistrado. A empresa entrou com ação na Audiência Nacional da Espanha apontando irregularidades na negociação.