LANCE!
03/05/2016
08:25
Leicester (ING)

Típico "boa praça", o técnico Claudio Ranieri conquistou a Inglaterra não só pelo futebol do Leicester, mas também pelo seu carisma. Inclusive por causa das diversas frases bem humoradas que soltou ao longo da temporada. Como no episódio das pizzas, ao saber que tinha "se transformado" em uma salsicha", ao comparar Vardy com um cavalo... Veja abaixo algumas delas.

A história mais famosa é a das pizzas. No início da campanha, o Leicester estava bem, ia vencendo e fazendo pontos. Mas sempre levava gols. Kasper Schmeichel, goleiro dos Foxes, só teve um "clean sheet", termo que na Inglaterra é utilizado para determinar quando o time não é vazado, na décima rodada. Então, ele prometeu que se o time não tivesse suas redes balançadas, pagaria pizza. Aconteceu contra o Crystal Palace. Mas ele não deu a massa de mão beijada...

- Eu disse: Vocês têm trabalhado por tudo. Vocês vão trabalhar pela sua pizza também. Nós mesmos as faremos. Entramos na cozinha com a massa, o queijo e o molho. Fizemos tudo. Estava muito bom, também. Comi vários pedaços. O que eu posso dizer? Sou italiano. Adoro minha pizza e minha pasta - disse.

Ainda no ramo alimentício... Em março, o proprietário de um açougue em uma importante rua em Leicester resolveu fazer uma salsicha clássica italiana, e dar o nome de Ranieri. Ela tinha, segundo Sean Jeynes: erva doce, alho, pimentões e uma pitada de Liga dos Campeões. O treinador lembrou o episódio da pizza ao falar.

- Eu pago pela pizza, vocês pagam pela salsicha. Eu sou o homem-salsicha! - divertiu-se.

Ao falar sobre os seus jogadores, elogiou todos, lembrou que eles não eram valorizados, não eram lembrados para times grandes. E ao descrever Vardy, artilheiro do time, lançou mais uma pérola:

- Isso não é um jogador de futebol. Isso é um cavalo fantástico.

O que simboliza muito a temporada de Ranieri é o sino. Ele falou pelo menos três vezes sobre isso. Na época do Natal, ele achava que o time, em alguns momentos nos treinos, estava "cochilando". Mas depois admitiu que era gozação.

- No início, quando algo dava errado, eu dizia: "Dilly-ding, dilly-dong, acordem, acordem". Então no Natal, eu comprei um sino para eles. Claro que era brincadeira - disse na altura, e outra vez no mês passado:

- Eu faço dilly-ding, dilly-dong. Eu sou um sino. Ei, não escreva que eu sou um sino!

Já com essa brincadeira conhecida, fez questão de acordar também a imprensa em uma entrevista coletiva. Isso foi logo depois de o Leicester garantir a vaga na Liga dos Campeões.

- Agora vamos adiante e tentar ganhar o título. Estamos na Liga dos Campeões, dilly-ding, dilly-dong, vamos lá! Estamos na Liga dos Campeões, isso é fantástico, maravilhoso - disse.

Cinema e música também estão envolvidos nas frases de Ranieri. Em dezembro, comparou o Leicester com um dos grandes personagens da história dos filmes, para representar que o seu time tem muita raça.

- Por que não podemos continuar a correr, correr e correr? Somos como o Forrest Gump. O Leicester é o Forrest Gump. Eu já dei o título para vocês (imprensa) - disse.

Se o Oasis é uma banda de rock muito ligada ao Manchester City, o Kasabian faz o mesmo com o Leicester. O vocalista, Tom Meighan, está frequentemente no King Power Stadium, o guitarrista tem família italiana...

Já até tem um show marcado na casa dos Foxes, que o grupo promete ser a maior festa já feita. Ingressos esgotados. E suas músicas tocam antes das partidas. Curiosamente, durante alguns anos, a música-tema da Premier League, Fire, era do Kasabian.

- Eu disse aos jogadores: "Quando vocês entrarem no gramado e ouvirem a música do Kasabian, isso significa que eles querem guerreiros". Eu os quero como guerreiros pela torcida. O Kasabian é uma fantástica banda de rock de Leicester, e eu acho que Serge, o guitarrista, é italiano - disse o treinador, fazendo pequena confusão, já que ele é inglês, mas, sim, com família da Itália.

O treinador também não faz questão nenhuma de esconder que se emociona. Já chorou dentro de campo, e falou com carinho ao lembrar da recepção da torcida.

- É fantástico quando, antes do jogo, vejo uma velhinha com a camisa do Leicester, ainda fora do estádio... É inacreditável. Eles vêm para nos apoiar. Essa é a minha emoção - disse.

E a pergunta que não quer calar... O que será que Ranieri tem a dizer sobre o vídeo de Morgan, seu capitão, publicado no Twitter (confira abaixo)?