Lucas Sasha - Ludogorets

Jogadores do Ludogorets comemoram classificação à Liga dos Campeões (Divulgação)

Mário Boechat
27/08/2016
07:40
Razgrad (BUL)

Quando o Ludogorets empatou em 2 a 2 e eliminou o Plzen, no playoff da Liga dos Campeões, caiu a ficha do feito do time búlgaro para o meia Lucas Sasha. O brasileiro vai jogar pela primeira vez o torneio e vai realizar um sonho de infância. Para ele, é como se estivesse no videogame.

- A sensação é única. Parece que estou vivendo um sonho. Vendo o sorteio, com todos aqueles times grandes e o nome da nossa equipe no meio, parecia que eu estava em um videogame. É um realmente um sonho que estou vivendo e estou muito feliz por esta oportunidade. Quero aproveitar ao máximo, cada jogo, cada viagem. Foi sempre o objetivo, desde que eu era pequeno, de disputar uma Liga dos Campeões. E esse ano vou conseguir - comemora o brasileiro.

No entanto, o Ludogorets não terá vida fácil no Grupo A da Liga dos Campeões. A equipe búlgara vai enfrentar PSG, Arsenal e o Basel. Apenas os dois primeiros avançam para as oitavas de final. O terceiro fica com o prêmio de consolação de disputar a Liga Europa.

- É um grupo muito difícil. Tem o PSG e o Arsenal, que não preciso falar nada sobre eles. O Basel também é uma equipe muito boa. Há dois anos, quando o Ludogorets disputou a Liga dos Campeões, caiu no grupo deles. Sabemos que é difícil. Fugimos de Real Madrid e Barcelona, havia alguns grupos muito complicados, mas tinha outros que poderiam facilitar um pouco mais. Vai ser a possibilidade de jogar em grandes estádios, em grandes países, com muita gente vendo. Temos um bom time. Nas eliminatórias não perdemos nenhum jogo. Vamos dar trabalho nesta Liga dos Campeões - pontuou.

Henry - Sorteio da Liga dos Campeões
Henry tirou o Arsenal, rival do Ludogorets (Foto: Valery Hache / AFP)

Sasha sabe que desbancar PSG e Arsenal é complicado, mas garante não ser impossível. No entanto, mantém os pés no chão e acredita que a briga do Ludogorets será contra o Basel.

- Nosso objetivo é ficar, ao menos, em terceiro, para tentar uma Liga Europa. Mas temos um bom time. Vamos tentar, jogo a jogo, e jamais entraremos derrotados. Sabemos que no futebol tudo pode acontecer. Vamos desfrutar ao máximo da Liga dos Campeões e tentar ser a surpresa desse ano.

O brasileiro revelou que a torcida dos outros times búlgaros, agora, está ao lado do Ludogorets.

Sorteio da Liga dos Campeões
'Orelhuda' é o troféu mais cobiçado (Foto: Valery Hache / AFP)

- Por mais que exista a rivalidade entre os clubes, agora que chegamos à fase de grupos, vemos as torcidas torcendo pela gente. É uma coisa bem legal o que está acontecendo aqui. É importante para a Bulgária, para o futebol daqui. Tenho certeza que o estádio estará cheio, não apenas dos nossos torcedores, mas também de outros times. É legal ver como a Bulgária se une para torcer pela gente - elogiou.

Além de poder realizar o sonho e desfrutar cada minuto na Liga dos Campeões, Sasha sabe que atuar no torneio dá uma visibilidade maior aos jogadores.

- Jogar uma Liga dos Campeões terá uma visibilidade maior. São outras pessoas assistindo, outros países em que irei jogar. É um nível acima. É claro que tem chance de dar um salto a mais na carreira. Mas estou pensando em desfrutar do torneio, jogar o máximo que eu puder, mostrar o meu futebol. O resto a gente deixa para o homem lá de cima - finalizou.