Neymar foi para o Barcelona, onde duelo contra o português Cristiano Ronaldo

Neymar e Cristiano Ronaldo costumam brilhar em seus respectivos times (Foto: AFP)

RADAR/LANCE!
07/12/2016
10:32
Rio de Janeiro (RJ)

Acostumados a brilharem dentro de campo, Cristiano Ronaldo e Neymar têm chamado a atenção de uma forma diferente. Nesta quarta-feira, de acordo com informações do Football Leaks, que têm sido divulgadas pela revista alemã "Der Spiegel" e pelo jornal espanhol "El Mundo", a dupla fez um insólito acordo com a empresa Panini, famosa por confeccionar álbum de figurinhas. 

O astro do Real Madrid recebeu 175 mil dólares (R$ 595 mil) por deixar a sua assinatura em mil figurinhas, em 2015. O atacante brasileiro do Barcelona, por sua vez, embolsou 50 mil de dólares (R$ 170 mil) da Panini para autografar 600 cromos, em 2013. 

Além dos detalhes envolvendo figurinhas, Cristiano Ronaldo também foi alvo de outra revelação, que deveria ter ficado em sigilo. O luso, que já tinha visto seu nome vinculado a desvios de dinheiro para paraísos fiscais a fim de evitar a tributação de seus recibos, agora está envolvido em um acordo de confidencialidade explicitado. 

De acordo com o polêmico site, Ronaldo tem um acordo de 70 anos de segredo entre ele e seus empregados, os quais não podem falar da vida privada do camisa 7 até "70 anos depois da morte do jogador ou do último dos seus familiares".