Thibaut Courtois - Chelsea (Foto: Paul Ellis/ AFP)

Courtois ficou triste com demissão de Mourinho, mas acredita ter sido necessária (Foto: Paul Ellis/ AFP)

LANCE!
23/03/2016
21:06
Londres (ING)

Mais de três meses depois da demissão do técnico José Mourinho do Chelsea, o goleiro Courtois foi perguntado pelo jornal "The Sun" sobre se concordava com a medida adotada pela diretoria dos Blues em dezembro do ano passado, durante um período de intensa crise do atual campeão inglês.

- Triste por ver um treinador de topo como Mourinho ser despedido. Mas, naquela altura, precisávamos de uma mudança. Não tenho dúvidas a esse respeito. Perdemos muitos jogos e também sofremos muitos gols com grande facilidade - afirmou o goleiro do Chelsea e da seleção belga.

Para Courtois, o Chelsea sofreu o "efeito dominó". Tudo começou a ruir durante pré-temporada.

- É difícil explicar o que ocorreu. Talvez, tenha sido resultado da preparação na pré-temporada, que foi muito curta. Regressamos ao trabalho no dia 16 de julho e seis dias depois já estávamos a fazer um jogo contra o New York Red Bulls. Não estávamos bem fisicamente. Depois, perdemos para o Arsenal na Supercopa da Inglaterra e prosseguimos, fazendo um mau começo na temporada na Premier League. Entramos na descendente

Eliminado nas oitavas da Liga dos Campeões da Europa, nas quartas de final da Copa da Inglaterra e apenas na décima posição no Campeonato Inglês, o Chelsea já vive clima de fim de temporada e pensa até mesmo em uma reformulação para 2016-17.