Alex Telles (Foto:Divulgação)

Porto mantém tradição de apostar em jovens sul-americanos (Foto:Divulgação)

Leonardo Pereira
12/08/2016
10:10
Rio de Janeiro (RJ)

O Porto passou as últimas três últimas três temporadas vendo o arquirrival Benfica levar o título português. Nesta sexta-feira, às 16h30 (horário de Brasília), na Vila do Conde, diante do Rio Ave, o Dragão abre o torneio buscando recuperar o protagonismo perdido. Na última temporada, o time tripeiro ficou na terceira colocação, atrás do Sporting, e sem chances de chegar ao topo bem cedo.

Sob o comando do técnico Nuno Espírito Santo, o Porto trouxe dois reforços brasileiros. O primeiro foi o zagueiro Felipe, ex-Corinthians. O segundo, Alex Telles, ex-Grêmio, Galatasaray e Inter de Milão.

- O clube é um modelo mundial. Estamos formando um grupo jovem que realizará um grande trabalho. Vamos trabalhar com humildade. Falar em favoritismo é muito cedo. O campeonato nem começou. Sabemos que podemos brigar pelo título. É uma competição importantíssima - disse, ao LANCE!, o defensor, que brigará com o mexicano Layún pela titularidade.

Apesar da pouca idade, 23 anos, Telles garante que tem experiência suficiente para contribuir para levar o Dragão a encerrar o período de vacas magras.

- Cresci muito como pessoa, vivi em culturas diferentes e aproveitem bem a Turquia e a Itália. Como jogador, melhorei na parte defensiva e aprimorei a parte ofensiva. Tive contato com grandes treinadores e jogadores. Posso tirar muitos frutos dessa experiência. Quero muito deixar um legado dentro e fora de campo - completou Telles.