Vinícius Perazzini
05/01/2017
11:37
Sunderland (ING)

Um gol de pênalti foi escolhido como mais bonito do Campeonato Inglês em dezembro. E, de fato, foi um belíssimo gol, repleto de emoção. O autor foi o jovem Bradley Lowery, um garoto inglês de cinco anos que tem neuroblastoma, um câncer que afeta o sistema nervoso e atinge principalmente crianças. Bradley, torcedor fanático do Sunderland, foi chamado pelo clube para bater um pênalti antes do jogo contra o Chelsea, em 14 de dezembro. O pequenino, que sofre com o tumor maligno desde quando tinha dois anos, emocionou a Inglaterra. E sua batalha pela vida une o país neste começo de 2017.

Bradley Lowery ganhou o prêmio de gol do mês após enorme comoção entre as torcidas inglesas nas redes sociais. A honraria é dada pela emissora "BBC", por votação popular. O nome de Bradley não entrou na eleição, vencida por Henrikh Mkhitaryan, do Manchester United, mas a "BBC" decidiu pôr o menino também como vencedor. O anúncio ocorreu na última segunda-feira.


O reconhecimento dado a Bradley Lowery fortalece ainda mais uma campanha fundamental para ajudar no tratamento do jovem. Familiares do garoto têm um site para levantar fundos, o Bradley Lowery's Fight. A campanha já arrecadou 666 mil libras em doações (cerca de R$ 2,6 milhões) e está perto do objetivo de 700 mil libras (aproximadamente R$ 2,8 milhões), para que o pequenino faça um tratamento nos Estados Unidos. Porém, este procedimento dará apenas um tempo a mais de vida a Bradley, não garantindo a cura.

Conversamos com o gerente da campanha de Bradley, Lynn Murphy. Ele destacou a força do garoto, que não se entrega diante das dificuldades:

- Bradley sempre foi forte, ele não se abala e supera todos os desafios. Ele ama estar junto dos jogadores do Sunderland, que sempre são adoráveis com ele - falou Lynn Murphy, contando também que o Everton, rival do Sunderland no Campeonato Inglês, deu quase R$ 800 mil para ajudar Bradley.

- O Everton doou 200 mil libras (R$ 793 mil) para a campanha. O Sunderland também sempre apoiou Bradley, tornando-o mascote por duas vezes. No geral, todas as equipes inglesas demonstraram apoio. Recebemos cartões de Natal de times do mundo inteiro, saudações que vieram de equipes do futebol amador até mensagens dos maiores clubes do planeta - disse Lynn Murphy.

Muitas mensagens de Natal foram recebidas por Bradley Lowery. Ele ganhou impressionantes 250 mil cartões com palavras de apoio. Cercado por tanto carinho e feliz, o jovem fez um pedido especial de Natal, revela Lynn Murphy:

- Bradley fez um desejo no Natal, pediu para o câncer ir embora.