Bayern de Munique x Hamburgo

Alaba, lateral do Bayern,  se lança ao ataque e é marcado por Müller. Bávaros sufocaram os donos da casa e conseguiram vencer  mais uma  (Foto: AFP)

RADAR/LANCE!
24/09/2016
12:47
Hamburgo (ALE)

O Bayern de Munique manteve a sua campanha 100% do Campeonato Alemão. Neste sábado, o time foi até o Norte do país para o clássico contra o Hamburgo, que faz campanha péssima.  Depois de dominar o jogo inteiro e ver o goleiro do Hamburgo Adler fazer uma série de grandes defesas, o time bávaro chegou ao gol aos 43 minutos da etapa final com Kimmich recebendo passe de Ribéry.  

A vitória levou o Bayern de volta à liderança isolada, com 15 pontos em cinco jogos.  E manteve a  invencibilidade contra o Hamburgo. Nos últimos 16 clássicos, os Bávaros venceram 13 e empataram 3.  

O time da casa, com apenas um ponto e o seu treinador Bruno Labbadia com a cabeça a prêmio, está na zona de rebaixamento.   Mas vale destacar o comportamento da sua torcida. Mesmo com o time acumulando um empate e quatro derrotas, ela apoiou até o fim e, após o término, aplaudiu de pé a equipe, reconhecendo o esforço contra um adversário muito superior. 

O vice-líder é o Borussia Dortmund, que chegou aos 12 pontos ao derrotar por 3 a 1 o Freiburg na sexta-feira. mas poderá ter a companhia do Colonia (terceiro com dez pontos e que recebe o RB Leipzig neste domingo).

O treinador Carlo Ancelotti mais uma vez fez o rodízio no elenco do Bayern, começando com várias mudanças e deixando Vidal e Ribéry no banco para a entrada da dupla Renato Sanches e Koman (ele voltou com os dois titulares aos 15 da etapa final). O fato a se lamentar foi a nova lesão do zagueiro Hummels. O titular da seleção alemã, prata da casa do Bayern mas que se destacou pelo Dortmund e foi recontratado nesta temporada, havia se recuperado de uma lesão, mas sentiu o joelho direito no fim do primeiro tempo, tentou retornar na etapa final, mas pediu para sair, preocupando o departamento médico do clube.


O JOGO

Com a torcida empurrando o Hamburgo para o ataque e o seu setor de criação com pouca inspiração, o Bayern encontrou muito mais dificuldades do que imaginava no primeiro tempo, com poucos lances de grande perigo - a melhor uma cabeçada de Lewandowski - e ainda levando sufoco, como aos 41 minutos, quando após cruzamento da direita, o Hamburgo quase marcou com Müller. Quase na pequena área e na frente de um Neuer batido, o jogador do acabou bloqueado por Javi Martinez. Era gol certo.

No segundo tempo o Bayern voltou muito melhor. Antes dos dez minutos, Javi Martinez perdeu duas vezes e Lewandowski reclamou de um pênalti não marcado. Após as entradas de Vidal e Ribéry, aí é que o Bayern passou a massacrar. Ribéry estava muito bem e cansou de dar assistências aos companheiros. O problema é que Adler estava impecável, sendo que numa falta de Alaba e numa antecipação evitando o chute de Lewandowski fez milagres.
Parecia que o Hamburgo iria segurar o 0 a 0, mas aos 43 minutos Ribéry voltou a fazer a diferença.  Recebeu um lançamento incrível em profundidade de Tiago Alcântara pela esquerda e quase na linha de fundo tirou o marcador e cruzou para a chegada de Kimmich que só precisou tocar para o gol vazio. Com o 1 a 0 o Bayern se fechou nos minutos finais, segurando o desespero do desorganizado Hamburgo tentando, em vão, o gol do empate.

HAT TRICK DE CHICHARITO

Quem mandou muito bem na rodada foi o mexicano Chicharito Hernandez. Ele fez os três gols da vitória por 3 a 2, de virada, do Bayer Leverkusen sobre o Mainz 05, o último nos acréscimos. Assim, o Leverkusen chegou aos sete pontos (o mesmo do Mainz) e se afastou dos últimos lugares.

Demais resultados:  Borussia Münchengladbach 2x0 Ingolstadt, Augsburg 1x0 Darmstadt, Eintracht Frankfurt 3x3 Hertha Berlin. A rodada se completa com três jogos:  Werder Bremen x Wolfsburg (ainda neste sábado);  Hoffenheim x Schalke 04 e Colonia x RB Leipzig (domingo).