Visão noturna que terá o Camp Nou (Foto: Divulgação)

Visão noturna que terá o Camp Nou (Foto: Divulgação)

LANCE!
08/03/2016
19:58
Barcelona (ESP)

O Barcelona divulgou na noite desta terça-feira o projeto vencedor para fazer uma ampla reforma no Camp Nou. A proposta da equipe do estúdio japonês NIKKEN SEKKEI em conjunto com a Joan Pascual i Ramon Ausió Arquitectes, da Catalunha, foi a vencedora do concurso arquitetônica que foi aberto pelo clube catalão. A expectativa é que fique completamente pronto em 2021, e não vai precisar ser fechado, embora em alguns momento tenha sua capacidade reduzida.

A proposta foi escolhida por uma comissão que tinha cinco membros do clubes, três do Colégio de Arquitetos da Catalunha (COAC), e um da prefeitura de Barcelona, na presença de Josep Maria Bartomeu, presidente do clube. Segundo o comunicado do Barça, o projeto foi aceito por ser "aberto, elegante, sereno, atemporal, mediterrâneo e democrático". Além de dar a amplitude necessária à instalação.

A preocupação com o entorno também foi destacada. Segundo eles, vai dar profundidade ao estádio, vai criar novas sombras e fazer com que os sócios e a torcida sejam protagonistas na fachada e participem do espaço livre a todo o momento.

- Escolhido um grande projeto. Valorizamos todos os elementos que a equipe nos mostrou. Estamos muito satisfeitos com o resultado, que foi escolhido por unanimidade. É o que melhor incorpora tudo o que queremos - disse Jordi Moix, comissionário do Espai Barça, órgão que cuida do projeto:

- Valoriza a tradição, mas traz o estádio para o século 21. Quero agradecer às equipes participantes, mas estou seguro que os barcelonistas vão aproveitar muito desse estádio - disse Jordi Moix, comissionário do Espai Barça, órgão que cuida do projeto.

É ainda provável que o Barcelona acabe vendendo os naming rights. Não foi divulgado o preço da reforma, mas é possível que a negociação aconteça em breve. A Qatar Airways, atual patrocinadora master da equipe, é uma das candidatas. Segundo informações da imprensa espanhola veiculadas nos últimos meses, o Barça pretende receber entre 20 e 35 milhões de euros (R$ 82,6 e R$ 144,6 milhões) por ano, e fazer um contrato para 20 a 30 temporadas.

Na primeira fase da obra, a atual capacidade de pouco mais de 99 mil vai cair para 85 mil, mas logo no início da temporada de 2017/18, sobe para 95 mil. Na pré-temporada seguinte volta a descer para a casa dos 80 mil, mas logo vai até superar os 100 mil, mas não muito. Em 2019/20, o Camp Nou vai passar a temporada recebendo 94 mil pessoas, mas no ano seguinte já vai para o seu tamanho final, capaz de receber 105 mil torcedores. Na última etapa será construída a cobertura.