Barcelona x Roma (foto:AFP)

Messi voltou a ser titular após dois meses parados por conta de lesão no joelho esquerdo (foto:AFP)

LANCE!
24/11/2015
19:36
Barcelona (ESP)

O Barcelona parecia estar disputando um amistoso de pré-temporada tamanha a facilidade com a qual se impôs à Roma na goleada por 6 a 1, nesta terça-feira, no Camp Nou, em duelo válido pela penúltima rodada da fase de grupos da Liga dos Campeões da Europa. Sorridente, o trio MSN voltou a jogar desde o início de uma partida após dois meses e fez bonito diante da própria torcida. Messi anotou dois. Suárez fez um golaço. Neymar não balançou a rede, mas iniciou jogadas e conferiu uma inigualável qualidade no massacre, apesar de um pênalti perdido. Até o goleiro Ter Stegen brilhou.

O time catalão precisava de apenas um empate para garantir vaga nas oitavas de final e a liderança do Grupo E da Champions. Com 13 pontos, o Barça está na fase seguinte como um dos principais favoritos. Já os italianos, com cinco, decidem a vaga em casa, contra o BATE Borisov, dependendo das próprias forças para avançar.


O Barcelona controlou os 90 minutos da partida, do pontapé inicial ao apito final. Mesmo quando perdia a bola, o time catalão logo a recuperava em seguida. Sorridente, o trio MSN se divertiu em campo. Neymar, de forma magistral, encontrou Daniel Alves, que rolou para Suárez abrir a conta. Em seguida, o uruguaio colocou Messi na boa para ampliar. O show era mesmo do craque celeste. Num lindo arremate de primeira, ele guardou o terceiro gol e fez o público do Camp Nou se levantar.

A Roma parece que entrou em campo sabendo que não teria chance. Desestruturada, a equipe não teve meio de campo e criação, limitando-se a bolas alçadas na área e lançamentos "seja o que Deus quiser". A entrada de Iturbe no segundo tempo deu um certo alento. O problema é que o Barça seguiu atropelando.


Píqué, que estava doido para fazer um gol desde a vitória sobre o Real Madrid por 4 a 0 no último sábado, foi ao ataque e só precisou completar cruzamento de Messi, que anotaria, sem nenhuma dificuldade o quinto, logo depois.

Ficou faltando apenas o gol de Neymar. O Camp Nou reconheceu o esforço do camisa 11 e o aplaudiu também. O craque brasileiro se esforçou, teve lances de rara habilidade e por pouco não marcou. A joia sofreu pênalti, mas bateu mal, dando a chance do goleiro Szczesny conseguir alguns segundos de fama. No entanto, para o azar do goleiro, Adriano apanhou rebote e fez mais um para o Barcelona.

O visitante ainda teve uma chance de descontar. Mas o criticado Ter Stegen defendeu pênalti de Dzeko. O bósnio, no último minuto, ainda conseguiu anotar o gol de honra da Roma.