LANCE!
19/08/2017
07:00
Rio de Janeiro (RJ)

A posição na metade da tabela mostra bem como foi o primeiro turno do Fluminense. Entre altos e baixos, o time de Abel Braga se manteve longe da zona de rebaixamento, mas não teve forças para buscar uma vaga entre os seis primeiros. Grande parte da oscilação se deve a lesões e perdas de jogadores.

Neste início de segundo turno, o treinador terá uma boa sequência para embalar. Nos últimos quatro jogos, nenhuma derrota. Se contar os jogos como visitante, a marca é maior ainda - sete jogos. Agora, a meta é conseguir emplacar vitórias dentro do Maracanã, onde terá três dos próximos cinco compromissos.

- Não temos medo de enfrentar ninguém. Claro, estamos pagando um preço grande por não conseguir repetir equipe no Brasileiro. Competição é dificil e às vezes temos 17 meninos entre 22 relacionados. Agora teremos jogos em casa e pra conseguir um retrospecto melhor.

Contando com partidas na Sul-Americana, o Tricolor terá três grandes jogos no Maraca: Atlético-Mineiro, LDU e Vasco. Com a chegada de reforços e a volta de lesionados, Abel acredita que seja a hora da arrancada. Para ele, a equipe tricolor não está abaixo de nenhuma no Brasil.

- Continuamos acreditando porque nós temos um grupo. Não vejo nenhuma equipe superior à nossa. Pode ter igual. Aqui temos muito respeito, amizade, hierarquia bem definida.