LANCE!
15/09/2016
00:37
São Paulo (SP)

Zé Ricardo deixa o Allianz Parque satisfeito. O treinador do Flamengo gostou da postura aguerrida de sua equipe dentro de campo, mesmo com um jogador a menos desde o primeiro tempo. O empate com o Palmeiras manteve o time carioca na briga pela liderança e deu a Diego um "descanso" inesperado: o camisa 35 foi sacado de campo por Zé após a expulsão do volante Márcio Araújo. O comandante rubro-negro não poupou explicações. 

- Com um a menos, poderíamos expor muito o Diego. Como a gente tinha muito tempo ainda para jogar, precisávamos de recomposição e de uma saída rápida. Preferi apostar no Cuellar, que tem boa pegada e encosta no Arão. Deu certo, porque a gente conseguiu fechar bem na área. Precisávamos de velocidade do lado do campo. O Diego vem de uma sequência de cinco jogos, até mais do que esperado nesse reinício no futebol brasileiro. Foi um pensamento tático - explicou o treinador, em entrevista coletiva logo após o empate em São Paulo. 

Para Zé Ricardo, embora o Palmeiras tenha tido um bom volume de jogo durante o confronto, as melhores chances foram do Flamengo. Sorte então do Verdão em contar com Gabriel Jesus, um jogador singular no futebol brasileiro na visão do técnico flamenguista. 

- Jesus é o principal atacante do futebol brasileiro. Tanto é que fez o gol de empate. Temos que comemorar o resultado, foi uma atuação de quem quer chegar longe na competição. Sobre a expulsão, não tenho que fazer comentários. O árbitro estava próximo ao lance. Já esperava uma troca no intervalo, mas aconteceu da expulsão antes - completou o comandante. 

O próximo compromisso do Flamengo será em São Paulo, contra o Figueirense, no Pacaembu, às 11h. A delegação flamenguista segue na capital paulista até o dia da partida.