Invasão - Flamengo (Imagem: LANCE!TV)

Grupo de oito torcedores entrou no Ninho do Urubu sem a permissão da diretoria rubro-negra (Foto: LANCE!TV)

LANCE!
28/03/2016
16:54
Rio de Janeiro (RJ)

Em nota oficial publicada na tarde desta segunda-feira, horas depois da invasão de um grupo de torcedores no Ninho do Urubu, o Flamengo criticou veementemente a atitude do grupo ligado a uma das organizadas do clube. De acordo com a diretoria rubro-negra, a entrada não foi consensual. Além disso, no entendimento dos dirigentes, os "torcedores de verdade" devem cantar, torcer, criticar e empurrar o time na arquibancada, e não invadindo um centro de treinamento. Ato, para o clube, repudiável e inadmissível.

CONFIRA A NOTA:
"Na manhã desta segunda-feira, 28 de março, oito integrantes de torcida organizada invadiram o CT George Helal, enquanto funcionários e jogadores trabalhavam, se preparando para o compromisso contra o Vasco, na próxima quarta-feira, em Brasília, pela Taça Guanabara. Diante dos fatos, o Clube de Regatas do Flamengo esclarece que:

- A entrada dos "torcedores" não foi consensual e os mesmos só conversaram com os atletas para evitar maiores transtornos;

- Torcedor de verdade canta, torce, critica e empurra o time na arquibancada, não invade o local de trabalho de atletas para intimidá-los, ato repudiável e inadmissível;

- Este, certamente, não é o momento mais complicado pelo qual o Flamengo passa em sua história. Mas sempre que foi preciso superação, o verdadeiro torcedor esteve ao lado do time;

- Críticas são aceitáveis, mas no local apropriado"