João Matheus Ferreira
15/01/2016
13:00
Enviado especial a Mangaratiba (RJ)

Principal reforço do Flamengo em 2016, o meia Federico Mancuello foi apresentado na manhã desta sexta-feira, em Mangaratiba. Com a presença do presidente Eduardo Bandeira de Mello e do diretor executivo de futebol Rodrigo Caetano, o argentino garantiu que não teme possíveis desafios que terá com a camisa rubro-negra e revelou que pretende começar a treinar com bola na próxima semana. Até agora, ele só realizou atividades físicas.

- Não fiquei assustado. Jogava em um time que tem sete títulos da (Copa) Libertadores. Não me assustam desafios grandes. Tenho falado com os preparadores e eles me disseram que na próxima semana eu já estarei no campo. É o que estou esperando, quero conhecer meus companheiros. Teremos que enfrentar tudo da melhor forma possível - disse o meia, que também pediu para ser chamado de "Mancu" no futebol brasileiro.


A comissão técnica age com cautela e faz diversos estudos com o atleta antes de ele estrear. Afinal, em 2015, quando ainda jogava pelo Independiente (ARG), Mancuello sofreu uma lesão no tendão do pé direito que demorou a ser diagnosticada pelos médicos do clube argentino. Por conta disso, ficou mais de dois meses sem jogar. Perguntado sobre o caso, ele revelou ter detalhado a a lesão aos médicos do Fla quando foi contratado e não sente mais nada:

- Foi um ano muito lindo no início e mais ou menos depois. Joguei na Seleção e na metade para o fim do ano sofri uma lesão que não conseguimos resolver. A medicina não encontrava solução, fiquei um tempo fora, até que 
encontramos o problema. Ao chegar aqui, eu mesmo disse isso aos médicos e começamos a estudar, fortalecer, e hoje não sinto mais nada. No total fiquei uns dois meses e meio parado por esse problema no tendão do pé.

Ex-jogador do Independiente, Mancuello foi contratado por três milhões de dólares (cerca de R$ 12 milhões) e assinou contrato de quatro anos com o Flamengo. O clube ficará com 90% dos direitos econômicos do jogador.