João Matheus Ferreira e Paulo Victor Reis
19/01/2016
07:00
Rio de Janeiro (RJ)

A nova terceira camisa do Flamengo ficou em segundo plano após a polêmica que envolve a forma como ela foi lançada na noite do último sábado. Divulgado em primeira mão por um canal de humor esportivo no Youtube, maior site de vídeos na Internet, o uniforme foi alvo de questionamentos tanto por parte da torcida quanto internamente. O caso atingiu os departamentos de marketing e comunicação.

No vídeo, um boliviano interpretado por um paulista se refere ao clube apenas como “Framengo”, e em dado momento a camisa é roubada do museu do clube. Não demorou muito para a torcida cair em cima e criticar veementemente a ação. O roteiro, produzido pela Adidas – parceira do canal Desimpedidos –, mas o vídeo teve a participação do gerente de marketing Dirceu Júnior que em dado momento se refere ao clube como “Framengo”, termo que a diretoria disse não ter visto no roteiro.

A diretoria, ainda no domingo, se posicionou da seguinte forma: “Reconhecemos que houve um erro de alinhamento entre as partes envolvidas na produção do vídeo. Já publicamos uma nota e agora estamos tratando a questão internamente”.

Os torcedores criticaram ainda mais quando souberam que o vice de comunicação, Antonio Tabet, tem relação próxima com o canal. Na última segunda-feira, o presidente do clube, Eduardo Bandeira de Mello minimizou o ocorrido e valorizou a beleza da nova camisa.

– O interesse foi promover o uniforme do Flamengo. Causou essa polêmica, mas acho que está indo longe demais. O uniforme está muito bonito, todo mundo gostou. Agora, é aprender com o episódio e bola para frente – disse.

Maior ídolo da história do Flamengo, o ex-jogador Zico também minimizou a polêmica entre os torcedores. Para o Galinho, há uma tendência muito politicamente correta nos últimos tempos.

- Infelizmente, hoje, no Brasil, tudo gera polêmica. As pessoas estão sem tolerância, sem humor e, principalmente, o carioca anda sofrendo com essa doença - disse o Galinho.

GALERIA DE FOTOS:
>Vejas as dez últimas camisas usadas pelo Flamengo


COM A PALAVRA - AMIR SOMOGGI
Consultor de marketing e gestão esportiva e membro da Academia L!

"O vídeo é péssimo, ruim de roteiro, de qualidade, e não tem nenhum apelo. Fizeram um urubu fake (falso) de baixíssimo gosto. Mas o mais grave é não entender a grandeza do Flamengo, e isso engloba todos eles: o marketing do Flamengo, da Adidas e o vice de comunicação do Flamengo (Antonio Tabet), que o máximo que se sabe é que ele é flamenguista e entende de piada. Isso já é consequência de colocar um cidadão que nunca se preparou para estar onde chegou. Por que não trouxeram alguém que já tenha feito um curso de marketing esportivo no exterior? Trouxeram ele...

A marca não ganhou valor agregado algum, tem qualidade péssima. Poderiam fazer algo parando a rua, usando grandes ídolos ou construindo histórias que possam fazer parte de algo maior. Me surpreende a Adidas cometer um erro tão infantil sendo ela tão forte nesse ponto. Adoro o Tabet, mas é inaceitável ele ser vice de comunicação. Pode ser engraçado, mas não é um executivo de comunicação, tampouco de marketing. Se esse vídeo foi aprovado pelo clube, algo de tão má qualidade, só me resta ver que o marketing não está no patamar que deveria."

VEJA COMO FOI O VÍDEO DE LANÇAMENTO DA CAMISA: