icons.title signature.placeholder RADAR/LANCEPRESS!
icons.title signature.placeholder RADAR/LANCEPRESS!
28/08/2015
15:52

Irritado com uma possível falta de far play do Flamengo na partida da segunda rodada do Campeonato Brasileiro, ocorrida em maio, Diego Souza deixou o Maracanã afirmando: "O Flamengo aqui está de parabéns, mas eles vão jogar lá (no Recife)". O jogador, que teve passagem apagada pela Gávea em 2005, fazia referência ao jogo entre os times no segundo turno. E o encontro da "revanche" prometido pelo meia acontecerá no próximo domingo, às 16h, na Arena Pernambuco, pela 21ª rodada. O meio-campista, porém, afirma estar mais calmo e que não há clima hostil para recepcionar os flamenguistas no Recife.

- Isso é do jogo. Eu estava de cabeça quente e fomos prejudicados. A gente estava com um jogador a menos, um de linha no gol, jogamos uma bola para fora propositalmente (para atendimento médico de Élber) e não recebemos de volta. Aquilo já passou. Agora vamos em busca de mais uma vitória - afirmou Diego.

Devido a polêmica sobre o título brasileiro de 1987, Sport e Flamengo têm grande rivalidade. Em alusão a este campeonato, Diego usa a camisa de número 87. Quando marcou um dos gols do empate em 2 a 2 do primeiro turno, o meia correu apontando para o número às costas, ato considerado por muitos flamenguista como uma provocação, algo que ele nega.

- Eu não provoquei a torcida do Flamengo. Eu fiz um gesto para a torcida do Sport. Não tenho nada contra eles. E nem a favor. Eu sei da responsabilidade que é jogar com esse número aqui. A minha história é aqui. Diego Souza e Sport.

Com 31 pontos ganhos, o Sport ocupa a sétima colocação na tabela de classificação do Brasileirão. O Flamengo, com 26, é o 13º colocado.

Irritado com uma possível falta de far play do Flamengo na partida da segunda rodada do Campeonato Brasileiro, ocorrida em maio, Diego Souza deixou o Maracanã afirmando: "O Flamengo aqui está de parabéns, mas eles vão jogar lá (no Recife)". O jogador, que teve passagem apagada pela Gávea em 2005, fazia referência ao jogo entre os times no segundo turno. E o encontro da "revanche" prometido pelo meia acontecerá no próximo domingo, às 16h, na Arena Pernambuco, pela 21ª rodada. O meio-campista, porém, afirma estar mais calmo e que não há clima hostil para recepcionar os flamenguistas no Recife.

- Isso é do jogo. Eu estava de cabeça quente e fomos prejudicados. A gente estava com um jogador a menos, um de linha no gol, jogamos uma bola para fora propositalmente (para atendimento médico de Élber) e não recebemos de volta. Aquilo já passou. Agora vamos em busca de mais uma vitória - afirmou Diego.

Devido a polêmica sobre o título brasileiro de 1987, Sport e Flamengo têm grande rivalidade. Em alusão a este campeonato, Diego usa a camisa de número 87. Quando marcou um dos gols do empate em 2 a 2 do primeiro turno, o meia correu apontando para o número às costas, ato considerado por muitos flamenguista como uma provocação, algo que ele nega.

- Eu não provoquei a torcida do Flamengo. Eu fiz um gesto para a torcida do Sport. Não tenho nada contra eles. E nem a favor. Eu sei da responsabilidade que é jogar com esse número aqui. A minha história é aqui. Diego Souza e Sport.

Com 31 pontos ganhos, o Sport ocupa a sétima colocação na tabela de classificação do Brasileirão. O Flamengo, com 26, é o 13º colocado.