Paulo Victor Reis
14/07/2017
06:00
Rio de Janeiro (RJ)

Acostumado a sufocar os adversários, principalmente na Ilha do Urubu, o Flamengo não saiu do zero contra o Grêmio e acabou derrotado em casa. A retranca adversária funcionou e parou o poderoso ataque rubro-negro. No segundo tempo, os donos da casa chegaram a atuar com seis jogadores com características muito ofensivas, sendo dois deles centroavantes. A falta de gols diante da boa defesa gaúcha representa um novo desafio para o time de Zé Ricardo: como superar equipes tão recuadas no Rio?

O técnico Zé Ricardo considera que o Flamengo se precipitou no ataque em diversas ocasiões contra o Grêmio. Ele dá a receita para o time ter melhor aproveitamento nas próximas ocasiões em que enfrentar retrancas.

- Temos que trabalhar melhor o ataque para superar os bloqueios. Estamos trabalhando o tempo todo, mas nem em todas as partidas conseguimos fazer o que a gente pensa. A equipe procurou fazer o que a gente tinha pensado. A gente tentou trabalhar a saída de bola desde os zagueiros, ter a aproximação entre Everton Ribeiro e Diego, mas o Grêmio foi muito forte defensivamente - avaliou o treinador rubro-negro.

Além de perder a invencibilidade na Ilha, o Flamengo deixou para trás um longo período sem derrotas no Rio. O Rubro-Negro não era derrotado na Cidade Maravilhosa desde fevereiro do ano passado.

No próximo domingo, o Flamengo visita o Cruzeiro, no Mineirão, num jogo importante para a parte de cima da tabela do Brasileiro. O Rubro-Negro tenta se recuperar após a derrota para o Grêmio, enquanto o time mineiro está crescendo na competição.