Gabriel ganha abraço de Sheik (Gilvan de Souza/Flamengo)

Gabriel ganha abraço de Emerson Sheik, que marcou o gol da vitória do Flamengo (Gilvan de Souza/Flamengo)

Paulo Victor Reis
13/03/2016
07:00
Rio de Janeiro (RJ)

Gabriel está cheio de moral no Flamengo. O meia-atacante teve papel importante na vitória sobre o Madureira, sábado, por 1 a 0, em Volta Redonda, com muita movimentação. Ele sofreu o pênalti que garantiu o resultado positivo para o Rubro-Negro e recebeu elogios. 

Mesmo sem vaga no atual time titular, o atleta é uma espécie de décimo segundo jogador, que sempre participa dos jogos. Gabriel também chama atenção pela polivalência. No duelo diante do Tricolor Suburbano, ele começou como meia pela esquerda e depois atuou como atacante na ponta direita.

O técnico Muricy Ramalho está muito satisfeito com o desempenho do comandado e espera contar com ele mais vezes neste ano. O treinador descreve o jogador como um 'cara importante'.

- É um jogador muito interessante, se adapta muito bem a qualquer lugar. Começou de meia e foi para o lado. É um jogador importante, se mexe demais, com muita velocidade pelos lados. Vamos precisar de grupo, e ele está crescendo muito. Não é surpresa para mim. É um cara importante - disse o treinador.

Gabriel foi titular contra o Madureira porque Ederson foi poupado do jogo. Nesta quarta-feira, o camisa 17 deve voltar para o banco de reservas. A não ser que algum titular - do meio para frente - seja vetado. Aí, Muricy pode optar novamente pelo seu substituto imediato de todas as horas.