Campeonato Mineiro - Cruzeiro x América-MG

(Foto: Dudu Macedo/Fotoarena/Lancepress!)

LANCE!
28/02/2016
19:33
Belo Horizonte

Tudo parecia tranquilo para o Cruzeiro neste domingo (28), pela 5ª rodada do Campeonato Mineiro. A vitória por 1 a 0 estava encaminhada e, nos minutos finais, era só reter a bola, o que Deivid pediu aos berros na beira do gramado. Entretanto, o time não seguiu a instrução do treinador e acabou sofrendo o empate do América-MG nos minutos finais. Livre de marcação, Bryan marcou um golaço em finalização de longa distância. Mas o que proporcionou o gol? Os atletas da Raposa tentam explicar.

Dedé foi o primeiro a se pronunciar. Atordoado com o gol sofrido nos minutos finais, o zagueiro não soube explicar o que houve. Ele crê que o time não soube administrar a posse de bola, conforme solicitado pelo comandante.

– Não sei (o que aconteceu). Nosso time recuou muito. Nosso time tem que saber jogar assim. Está ganhando, administra e tenta buscar o contra-ataque. Esse era o pedido. Só que o nosso time jogou muito lá atrás e deu no que deu – afirmou o Mito, como o atleta é conhecido.


Fábio também tentou se explicar. O goleiro queixou-se da marcação no lance que acarretou no gol de empate do adversário, mas classificou o chute de Bryan como indefensável.

– O jogo estava praticamente no final e, por detalhes, o cara conseguiu um belo chute. Infelizmente, ele teve muito espaço para se preparar para o chute e foi feliz. Um belo chute, indefensável – declarou o capitão.