Ecoestádio será casa provisória do Furacão. (Foto: Divulgação/ Atlético)

Janguito Malucelli será casa provisória do Furacão no Campeonato Paranaense  (Foto: Divulgação/ Atlético)

RADAR/LANCE!
21/01/2016
21:02
Curitiba (PR)

As negociações envolvendo a locação do estádio do Coritiba para o Atlético Paranaense não foram à diante. O clube rubro-negro chegou a levar em consideração mandar seus jogos no Couto Pereira, enquanto as obras para instalação do gramado sintético da Arena da Baixada estivesse em curso. 

A explicação para a inviabilização do Couto Pereira, segundo comunicado pela imprensa coxa-branca, está no gramado do estádio, que recentemente passou por uma manutenção e, por isso, não suportaria uma sequência tão grande de partidas no início da temporada. O relatório divulgado nesta quinta-feira, recomenda ainda que não tenha mais jogos do que o estritamente necessário para não ocasionar danos maiores ao gramado. Diante da situação, o presidente do Furacão, Luiz Sallim Emed, já diz ter traçado uma nova estratégia.

- Em Curitiba o único espaço que poderemos jogar nesse caso é no estádio do J.Malucelli. Nós estávamos sempre considerando a Vila Capanema e o Couto Pereira para poder acomodar a torcida -  afirmou o mandatário, em entrevista ao jornal Gazeta do Povo.

O clube J. Malucelli, inclusive,   já colocou o estádio, Janguito Malucelli, à disposição da equipe rubro-negra. 

 Nós já colocamos o estádio à disposição. Podem jogar no Janguito sem problemas - assegurou o presidente de honra do J. Malucelli.

Ainda nesta quinta, por meio de seu site oficial, o Atlético confirmou os jogos do Campeonato Paranaense contra o Maringá, no dia 3 de fevereiro, e contra o J.Malucelli, no dia 14, no Ecoestádio.