Ex-jogador Robert, abaixado do lado esquerdo, é o técnico do Corinthians USA (Foto: Divulgação)

Elenco do Corinthians USA, que pretende receber atletas do Timão (Foto: Divulgação)

Bruno Cassucci
19/05/2016
08:15
São Paulo (SP)

O Corinthians USA quer se aproximar do irmão mais velho, rico e poderoso. Criada em 2010, a filial norte-americana do Timão pretende estreitar os vínculos com o clube de Parque São Jorge que se perderam nos últimos anos.

Diretor internacional do Corinthians USA, Diego Abib é quem conduz o processo de reaproximação entre os alvinegros, como contou ao LANCE!:

- O Corinthians USA foi criado no centenário do clube brasileiro pelo empresário Josias Baptista, mas há dois anos as equipes se afastaram por problemas políticos e outras questões, as quais prefiro não detalhar. Nosso objetivo agora é retomar o contato. Já tive uma primeira conversa com o Adílson Ferreira, diretor de esportes terrestres do Corinthians brasileiro, que irá apresentar nossa intenção ao presidente Roberto de Andrade - comentou Abib.

O time norte-americano, que até recentemente era dirigido pelo ex-meia Robert, não está na MSL, principal liga de futebol dos EUA, mas participa da National Premier Soccer League (NPSL) e outras duas competições.

Abib, que também busca investidores dispostos a injetarem dinheiro no Corinthians USA, acredita que os "irmãos" podem formar parceria e até promoverem trocas entre atletas e outros profissionais.

- Temos uma boa vitrine aqui, podemos utilizar atletas que estão sem espaço no elenco profissional ou mesmo na base do Corinthians. Também penso em promover um intercâmbio para troca de conhecimento internacional e nos reaproximarmos da Nike, para fornecimento de material esportivo - explicou o diretor, que é executivo da empresa Euro Sport.