Corinthians no Uruguai

Frio pegou corintianos de surpresa na tarde desta terça, no Uruguai (Foto: Daniel Augusto Jr/Agência Corinthians)

Bruno Cassucci
26/04/2016
17:33
Enviado especial a Montevidéu (Uruguai)

Sem novidades em relação ao time testado no Brasil na segunda-feira, o técnico Tite confirmou nesta terça a escalação do Corinthians para enfrentar o Nacional (URU), pela abertura das oitavas de final da Copa Libertadores. Durante treino de reconhecimento do gramado do estádio Parque Central, em Montevidéu, o comandante alvinegro definiu: Cássio; Fagner, Felipe, Yago e Uendel; Bruno Henrique; Alan Mineiro, Elias, Rodriguinho e Lucca; André.

A única mudança em relação ao time eliminado pelo Osasco Audax nas semifinais do Campeonato Paulista é a saída de Guilherme, que já havia sido substituído no intervalo na última partida, e entrada de Rodriguinho. Nesta quarta-feira, o camisa 10 fica no banco e aparece como opção de Tite para o decorrer do jogo. Os únicos jogadores que não estão á disposição do treinador e nem viajaram ao Uruguai são Giovanni Augusto, Willians e Rildo, todos por lesão. Marquinhos Gabriel, que ainda se recupera fisicamente, também não foi relacionado.

Durante a atividade no Parque Central, Tite aprimorou a bola aérea defensiva de sua equipe, já que a jogada é uma das principais armas do Nacional, time que se classificou em segundo lugar do Grupo 2, o mesmo que tinha o eliminado Palmeiras. Em faltas laterais, escanteios  e jogadas de linha de fundo, o Corinthians trabalhou à exaustão o fundamento durante o período de cerca de uma hora e meia que teve para trabalhar no Uruguai.

Tite também conversou bastante com os jogadores, cobrando bastante de Elias e Rodriguinho para que se apresentem mais próximos da área. Além disso, aproximação na saída de bola para triangular e cuidado com os rebotes foram outros pontos que o técnico deu enfoque no treino desta terça-feira.

Surpresos com o frio da capital uruguaia, os jogadores treinaram em sua maioria vestindo touca e luvas. Após o treinamento, o grupo retorna ao hotel onde está hospedado e se concentra até a saída para a partida contra o Nacional.