Libertadores - Corinthians x Nacional URU (Foto:Marco Galvão/fotoarena)

Libertadores - Corinthians x Nacional URU (Foto:Marco Galvão/fotoarena)

LANCE!
05/05/2016
01:16
São Paulo (SP)

Abatido, o técnico Tite mediu palavras na entrevista coletiva após a eliminação do Corinthians nas oitavas de final da Copa Libertadores. No entanto, houve apenas um momento em que o treinador subiu o tom de voz e falou firme. Ele desabafou sobre a tentativa de invasão ao vestiário alvinegro na Arena, depois da queda para o Nacional (URU).

- Três torcedores não representam outros 35 milhões. Esses três não merecem meu respeito. Ninguém é vagabundo aqui - declarou.

No restante da sua fala, Tite por mais de uma vez evitou fazer análises individuais e disse que gostaria de refletir melhor antes de tecer comentários sobre a eliminação.


Contudo, o treinador demonstrou satisfação com o volume de jogo produzido, mas lamentou as chances de gols perdidas:

- Foi bem parecido com o jogo do Audax. [...] Estamos construindo, vão acontecer erros, vai ter crescimento de atleta, oscilação de alguns outros, temos jovens, jogadores que não tem três meses de sequência de titularidade no clube. Construção de equipe é inevitável passar pelo processo de efetividade (nas finalizações). Ficaria muito sentido se fosse como contra o Guaraní-PAR (nas oitavas de final da Libertadores do ano passado), mas não foi. Se fosse um pouco mais calejada essa equipe, poderíamos ter transformado as chances em situação de gol, como no cabeceio do Rodriguinho, bola do Elias pro gol, pênalti batido... Foi doído sim, mas com a devida avaliação - comentou.

Como já vinha fazendo nas vitórias, Tite destacou a falta de maturidade do Timão, que teve de ser reformulado no início deste ano após a saída de seis titulares de 2015.

- Sabe como é o processo de crescimento? Com acerto e erro. A gente queria apressar etapa, queria passar de fase, porque merecia na Libertadores e no Paulista. Mas a efetividade nos tirou (a classificação).

Agora, o Corinthians volta suas atenções ao Campeonato Brasileiro, competição na qual estreia no próximo domingo (15), contra o Grêmio, na Arena. O elenco ganha folga nesta quinta-feira e se reapresenta no CT Joaquim Grava na sexta.