LANCE!
10/11/2016
20:26
São Paulo (SP)

O ex-presidente do Corinthians Andrés Sanchez é investigado pela Operação Lava Jato. Nesta quinta-feira, o ministro do Supremo Tribunal Federal (STF), Teori Zavascki, autorizou abertura de inquérito sobre o deputado federal (PT-SP) por corrupção passiva.

Não há detalhes sobre a apuração, que tramita em segredo de justiça, mas a tendência é que ela esteja relacionada à Arena Corinthians, construída pela construtora Odebrecht.

Recentemente, mais de 80 executivos da Odebrecht assinaram acordo de delação premiada. Já em março deste ano, André Luiz de Oliveira, vice-presidente do Timão, foi conduzido coercitivamente para depor na Polícia Federal depois que o nome e o endereço dele apareceram em uma planilha da construtora ao lado de uma anotação para pagamento de R$ 500 mil.

Ao LANCE!, o advogado de Andrés Sanchez, João dos Santos Gomes Filho disse:

- Desconheço o teor do despacho, apenas sei que foi autorizada a abertura de inquérito. Imagino que estejamos falando dos R$ 500 mil supostamente doados à campanha do Andrés. Eu ouvi da boca do Andrés que ele não recebeu. E também manifestação do André Luiz que ele não recebeu. Então agora ele terá oportunidade de dizer isso na Justiça - declarou.

Andrés Sanchez afirmou em entrevistas recentes que não temia a Lava Jato e que a operação dificultava a venda dos naming rights da Arena Corinthians. 

Agora, passam a ser 42 investigações da Lava Jato no Supremo e mais duas ações penais abertas. São 110 investigados, no STF, sendo 42 parlamentares – 29 deputados federais e 13 senadores.