Gabriel Carneiro
04/08/2016
16:56
São Paulo (SP)

O Corinthians receberá nos próximos dias o retorno de um velho conhecido: Gabriel Vasconcelos, atacante de 20 anos, e destaque das categorias de base do próprio clube nas últimas temporadas. O garoto estava emprestado ao Joinville para a disputa da Série B do Campeonato Brasileiro, mas a penúltima posição da tabela de classificação fez o técnico Lisca dispensar dez jogadores, inclusive o jovem corintiano, que agora tem a reapresentação aguardada no CT Joaquim Grava e chances de ser integrado ao elenco do técnico Cristóvão Borges.

Gabriel Vasconcelos chega em um momento que o Corinthians vive má fase no setor e está no mercado em busca de um novo centroavante, já que Alexandre Pato, que seria aproveitado, foi negociado com o Villarreal (ESP). As opções se restringem a André, que marcou apenas seis gols em 27 partidas e ainda não convenceu, Luciano, que também vive má fase, e Isaac Prado, que nem sequer estrou pelo clube em quase um ano de contrato. Outros jogadores já atuaram improvisados como referência do ataque, a exemplo de Danilo e Lucca.

Apesar de ainda não ter recebido nenhuma oportunidade entre os profissionais do Corinthians, Gabriel Vasconcelos mostrou boas credenciais nas categorias de base. Contratado do Fluminense em setembro de 2014, ele foi artilheiro e campeão da Copa São Paulo de Juniores - curiosamente, marcou oito gols na competição, assim como Isaac, então do Botafogo-SP. Depois, Gabriel ainda marcou mais cinco no vice-campeonato da Copinha de 2016 e foi promovido ao elenco profissional ao lado de Claudinho (está emprestado ao Bragantino), Maycon (emprestado à Ponte Preta) e Matheus Pereira (foi negociado com o futebol italiano). Mais tarde, Léo Santos e Léo Príncipe também subiriam de categoria.

Sem espaço no time profissional do Corinthians, Gabriel Vasconcelos foi emprestado ao América-RJ para a disputa do Campeonato Carioca e marcou dois gols em nove partidas. Em seguida, foi repassado ao Joinville e atuou em apenas seis partidas da Série B. Agora, volta com a missão de conquistar espaço e oportunidades.