Lucca tem contrato com o Corinthians até o fim de maio (Foto: Daniel Augusto Jr)

Lucca tem contrato com o Corinthians até o fim de maio (Foto: Daniel Augusto Jr)

Bruno Cassucci e Angelo Martins
09/03/2016
07:15
São Paulo (SP)

Na reta final do Brasileirão do ano passado, Lucca cativou rapidamente a Fiel torcida entrando no decorrer dos jogos e ajudando o Corinthians a sagrar-se hexacampeão brasileiro, com gols e boas atuações. Em 2016, porém, os rótulos de talismã e “jogador de segundo tempo” acabaram. Agora, Lucca é um jogador de todos os tempos, todas as partidas. Ele não ficou fora de nenhum duelo do Timão nesta temporada e nesta quarta-feira será titular de novo contra o Cerro Porteño, no Estádio Defensores del Chaco (PAR), em Assunção, às 19h30.

O confronto válido pela terceira rodada da fase de grupos do torneio será o 14 do atacante e da equipe. Até agora, Lucca foi titular em nove ocasiões e entrou no decorrer dos outros quatro jogos. O talismã de outrora comemora a nova fase no clube de Parque São Jorge.

– Está sendo importante. Tenho a confiança não só da comissão técnica, como dos companheiros. É legal, me ajuda. Espero continuar assim – comentou, ao LANCE!, no embarque para o Paraguai.

Contudo, embora seja o único do elenco a ter atuado em todos os jogos da equipe nesta temporada, o atacante não é o atleta corintiano que mais tempo passou em campo nesta temporada. Ele é o sexto colocado deste ranking, com 819 minutos jogados, atrás de Bruno Henrique, Felipe, Fagner, Rodriguinho e Yago.

A moral com Tite e as oportunidades recebidas são fundamentais para Lucca, que tenta mostrar serviço e garantir a sua contratação pelo Corinthians. Emprestado pelo Criciúma, o jogador de 25 anos tem vínculo com o Timão até o fim de maio.

No seu primeiro jogo de Libertadores na vida, Lucca deu o cruzamento que originou o gol do Timão na vitória sobre o Cobresal (CHI), na primeira rodada. Nesta quarta, tenta repetir o brilho e encaminhar a classificação para a fase mata-mata.

- Disputar a Libertadores é algo sensacional. E poder disputar jogando pelo Corinthians é maravilhoso. Agora preciso dar seguimento ao que estou fazendo, porque teremos jogos difíceis e precisamos seguir jogando bem.