Campeonato Brasileiro - Corinthians x Vitória

Treinador terá nova opção para escalar o Corinthians nesta edição do Campeonato Brasileiro (Foto: Eduardo Viana)

LANCE!
23/08/2016
21:43
São Paulo (SP)

Técnico do Corinthians há dois meses, Cristóvão Borges deve receber o primeiro reforço nos próximos dias, já que a diretoria tem acordo encaminhado pela contratação do atacante Gustavo, artilheiro da Série B do Brasileirão pelo Criciúma, e há possibilidade de anúncio já nesta quarta-feira. Apesar de Gustavo ser a novidade na semana em que Luciano e André estão acertando a saída do Timão, o treinador não trata o jogador de 22 anos como "salvação" para a equipe, que tem oscilado nas últimas rodadas e só voltou ao G4 graças à virada diante do Vitória, na última segunda-feira.

- Isso não quer dizer que ele seja a solução de todos os problemas do Corinthians. Nós temos dificuldades e limitações independentemente disso, mas estamos trabalhando, e o que me deixa motivado é a possibilidade de transformar essa dificuldade muito grande, uma cobrança muito grande, em um trabalho muito bem feito, e que no final seja do agrado de todos - disse, em participação na Rádio Bandeirantes, o treinador do Corinthians.

Hoje, Cristóvão Borges conta com poucas opções no setor ofensivo: Romero, Rildo e Lucca são as principais, além de Bruno Paulo e Isaac, que jamais vestiram a camisa do Corinthians em partidas oficiais até o momento. Na partida contra o Vitória, aliás, a opção do treinador como centroavante foi Guilherme, improvisado como "falso 9". Na sequência do Brasileirão e da Copa do Brasil, o camisa 10 deve seguir como centroavante.

Uma mudança possível, porém, é na ponta. Autor do gol do empate contra o Vitória e com participação decisiva no segundo tento, Marlone ganhou espaço com Cristóvão, que já havia se pronunciado sobre ele após a partida e voltou a falar nesta terça-feira. Em tom elogioso, claro.

- Desde que eu cheguei, e teve logo um episódio com o Guilherme (reclamação por virar reserva), tive uma conversa e expliquei a maneira que trabalho e ajo. Expliquei que todos vão ter oportunidade, não dá para mudar o time rodada a rodada, mas oportunidade sempre aparece, porque existem lesões, suspensões, e aí você vai colocando jogadores. Marlone teve outras oportunidades, e agora foi bem, foi decisivo, e ganhou espaço - relatou.