Guilherme Amaro e Rodrigo Vessoni
03/02/2016
07:35
São Paulo (SP)

O Corinthians perdeu seis jogadores que terminaram 2015 como titulares (Gil, Ralf, Renato Augusto, Jadson, Malcom e Vagner Love), além do reserva imediato Edu Dracena. Por outro lado, já chegaram Vilson, Willians, Giovanni Augusto, Guilherme, Marlone e André – o zagueiro Balbuena deve assinar nesta quarta. 

Agora, o técnico Tite busca reconstruir a equipe do Corinthians após a debandada de jogadores no último mês. A diretoria alvinegra repôs as peças, vê o elenco fechado para o começo de 2016  e deixa nas mãos do treinador a missão de montar um time que brigue por títulos.

Tite, por sua vez, sabe da sua responsabilidade. O técnico já teve de conviver com um problema parecido no ano passado e saiu-se bem. O Corinthians perdeu Fábio Santos, Emerson Sheik e Guerrero durante a temporada, mas fechou 2015 com o hexacampeonato brasileiro.

Com o novo desafio pela frente, o treinador evita projetar o futuro da equipe nos próximos meses. Ao mesmo tempo em que pede paciência para a torcida corintiana, ele admite que precisa apressar o processo de reconstrução.

– Em 2000, o Caxias foi campeão gaúcho depois de uns 50 jogos comigo. Se eu falar 50 jogos para montar o time aqui no Corinthians, o povo vai falar: "você está louco". Vamos tentar apressar isso, mas tem todo um processo e é preciso ter paciência neste momento. Por isso, não posso avaliar em números o tempo desta reconstrução do time – avaliou Tite.


A diretoria acredita que o grupo do Timão está praticamente fechado para as dispustas do primeiro semestre de 2016. Novidades? Só se for caso à parte:

– Primeiro, a gente espera que não saia mais ninguém. O elenco está fechado com a possível chegada de Balbuena, mas ficamos todos os dias do ano ligado em oportunidades de mercado. Então, não podemos descartar a chegada de mais alguém – analisou o diretor adjunto de futebol Eduardo Ferreira.

Além dos reforços já citados, o Corinthians contratou o goleiro Douglas, o lateral-esquerdo Moisés e o meia-atacante Alan Mineiro. No entanto, o trio que estava no Bragantino não será utilizado neste início do ano. Eles, inclusive, nem foram inscritos para o Paulistão.