Alexandre Pato - Corinthians (Foto: Tom Dib/ LANCE!Press)

Alexandre Pato tem contrato com o Corinthians até o fim do ano (Foto: Tom Dib/ LANCE!Press)

LANCE!
05/01/2016
18:52
São Paulo (SP)

Andrés Sanchez está prestes a se afastar do comando do Corinthians, mas nem por isso deixou de falar sobre os assuntos do clube com a sua típica sinceridade e acidez. Nesta terça-feira, ele demonstrou irritação com o atacante Alexandre Pato e indicou até possíveis represálias ao atacante.

O que incomoda o dirigente é o fato de o atacante não aceitar a proposta milionária do Tianjin Quanjian, da China, a mesma equipe que contratou Jadson. Para Andrés, Pato pode estar "jogando" com o Timão, a fim de esperar acabar o contrato dele, que vai até dezembro deste ano, e então sair do clube de graça.

- Estamos de mãos atadas. Nós queremos vender o Pato. Se o Pato não quiser ser vendido, não será - disse, à Rádio Globo.

- Mas ele vai sofrer, hein? - completou.

Ao LANCE!, Gilmar Veloz, empresário do atleta, declarou que ele se reapresentará ao Corinthians nesta quarta-feira, no CT Joaquim Grava, junto com o restante do elenco alvinegro.

Andrés acredita que o atacante será bem recebido pelo elenco, mas não esconde o incômodo com a situação.

- O grupo do Corinthians é formidável, recebe todo mundo bem. O que não pode é enrolar um ano para sair de graça. Se não tiver proposta, tudo bem. Mas se tiver ele tem que aceitar, porque vai ganhar mais do que ganha hoje - declarou.

Ex-presidente e hoje superintendente de futebol do Timão, Andrés não explicou qual seria o "sofrimento" a qual se referiu caso Pato não saia.

- É proporcional. Você que ganha R$ 800 mil, R$ 1 milhão, R$ 2 milhões por mês, tem uma vida e julga não passar por certas coisas pelo poder econômico que tem. Imagina você com esse poder econômico passar por algumas coisas. É difícil, hein?