Léo Saueia e Olga Bagatini
28/09/2016
22:09
São Paulo 

O Santos venceu o Inter por 2 a 1, na Vila Belmiro, e saiu na frente no confronto pelas quartas de final da Copa do Brasil. Os dois gols alvinegros tiveram a participação do meia Lucas Lima, o melhor em campo. Do lado colorado, Seijas foi o destaque. Veja as notas: 

SANTOS

6,0
VANDERLEI

Em seu centésimo jogo pelo Santos, não teve culpa no gol de Seijas. No resto do jogo, foi mero espectador.

6,0
VICTOR FERRAZ

Aparece com qualidade à frente, e foi assim no gol de Rodrigão. Atrás deixa muitos espaços ao adversário.

5,0
LUIZ FELIPE

Inseguro com a bola nos pés, espirrou o taco em alguns lances que quase complicaram o time. Sem falha no gol.

5,5
DAVID BRAZ

Menos comprometedor que o companheiro, mas também não passou confiança e abusou dos lançamentos ao ataque.

6,5
ZECA

Passou a primeira etapa inteira sem aparecer na linha de fundo. Quando foi, apareceu bem e deu assistência a Copete.

5,0
THIAGO MAIA

Logo no primeiro lance de jogo, perdeu bola boba que quase resultou em gol. Ainda não reencontrou sua melhor forma.

5,5
RENATO

Até o volante teve dificuldades na troca de passes. Sofreu com o ferrolho organizado na defesa do Inter.

7,0
LUCAS LIMA

Chamou o jogo para si e iniciou a jogada dos dois gols com passes desconcertantes. Melhor em campo na Vila.

6,0
VECCHIO

Em seu segundo jogo como titular, lutou e não deixou de correr, mas ainda falta um pouco mais de entrosamento.

6,0
COPETE

Depois de primeira etapa desastrosa, melhorou um pouco na segunda e abriu o placar debaixo da trave. Não foi bem.

6,0
RODRIGÃO

Assim como Copete, fez partida ruim, errando passes laterais. Estava bem posicionado para marcar o segundo gol.

4,5
PAULINHO

Nulo nos minutos em que esteve em campo. Mais uma vez mostra porque tem cada dia menos oportunidades.

5,5
JOEL

Conseguiu impor um pouco mais de velocidade ao ataque, mas também não conseguiu criar nenhuma oportunidade.


RAFAEL LONGUINE

Pouco tempo em campo. Fica sem nota.

6,0
DORIVAL JÚNIOR

Sofre com desfalques e carência no elenco. Não pode ser o único responsável pelas apresentações irregulares.

INTERNACIONAL 

6,5
DANILO FERNANDES

Foi seguro. Saiu mal em lance e quase foi surpreendido por Lucas Lima.

6,0
FABINHO

Improvisado, tabelou com Marquinhos e cruzou bolas perigosas.

4,5
EDUARDO 

Perdeu na corrida, afastou mal e ainda falhou feio no primeiro gol.

5,5
ERNANDO

Bem mais seguro que o companheiro. Dinamizou a saída de bola.

4,5
ARTUR

Deixou uma avenida no setor. Muitos passes e cruzamentos errados.

5,0
FERNANDO BOB

Precipitado, tomou cortes infantis e levou perigo ao goleiro.

6,0
EDUARDO HENRIQUE

Foi bem compondo a linha defensiva. Abusou dos lançamentos.

6,5
MARQUINHOS

Procurou espaços, tabelou e arriscou de longe. Faltou pontaria.

6,5
VALVÍDIA

Habilidoso, limpou jogadas e irritou a defesa. Também faltou pontaria.

7,0
SEIJA

Mostrou que merece vaga no time titular. Com toque de letra, fez golaço.

6,5
NICO LÓPEZ

Incomodou bastante a zaga, mas ficou isolado e pouco pode fazer.

7,0
VITINHO

Raçudo, não desistiu de nenhuma bola. Cobrou a falta do gol.

6,0
RODRIGO DOURADO

Entrou para preencher o meio. Também ajudou na saída de bola.


CEARÁ

Entrou no fim. Fica sem nota.

6,5
CELSON ROTH

Terminou o jogo com quatro volantes, mas conseguiu o gol fora de casa.