Apresentação - Argentina x Chile

Apresentação - Argentina x Chile (Foto: Montagem / LANCE!)

RADAR/LANCE!
25/06/2016
16:00
Nova Jersey (EUA)

Não há como negar: a Argentina entrará em campo para a final da Copa América Centenário contra o Chile, neste domingo, às 21h (de Brasília), com um desejo de revanche. Em Nova Jersey, a seleção albiceleste tentará ser campeã depois de 23 anos sem títulos e se vingar da última edição da competição, quando os chilenos foram campeões em cima deles. 

Chile x Argentina
Final de 2015: melhor para o Chile, na ocasião (Foto: AFP)

Para enfim quebrar o longo jejum, a Argentina contará com o gênio e artilheiro da Copa América, Messi. Mas o técnico Gerardo Martino tem dores de cabeça consideráveis. Isso porque, ele não poderá escalar Lavezzi e Fernández, lesionados. Já Di María e Cuesta podem ser novidades na equipe titular de Tata.

Messi - Argentina x Panamá
Messi: artilheiro com quatro gols (Foto: AFP)

À imprensa, Martino comentou sobre a decisão e procurou tirar a pressão de seus comandados - que foram pressionados recentemente por ninguém mais, ninguém que o ídolo Maradona. 

- A Argentina tem chegado em decisões importantes e isso mostra a força desse grupo. Não temos que nos sentir pressionados por causa disso (jejum). Tenho convicção que podemos dar a volta olímpico se fizermos o nosso melhor - afirmou o técnico ex-Barcelona.  

Se a Argentina virá modificada para este domingo, o mesmo não se pode dizer do Chile. A equipe do técnico Antonio Pizzi será a mesma que derrotou a Colômbia nas semifinais (em tempo: a Argentina derrotou os anfitriões Estados Unidos na mesma chave). 

- Precisamos estar atentos, pois a Argentina tem um grande time e conta com atletas capazes de definir a partida a qualquer momento. Não chegamos aqui (decisão) por acaso e quem não acredita que podemos vencer, deve abrir os olhos - avisou Pizzi, que substitui o campeão da última edição, Jorge Sampaoli. 

Colômbia x Chile
Chile: ataque de peso, com Sánchez e Vargas (Foto: AFP)

Arbitragem brasileira

E quem disse que o Brasil não estará presente na decisão? Está certo que não do jeito que pretendíamos. Na última sexta, Heber Roberto Lopes foi anunciado como árbitro da final da Copa América. Ele será auxiliado pelos brasileiros Kleber Gil e Bruno Boschilia.