Pelé

'Seguindo a regra, teria de acontecer o jogo. Decisão complicada', diz Pelé sobre última rodada do BR (Foto: Divulgação/Santos FC)

RADAR / LANCE!
01/12/2016
20:19
São Paulo (SP)

A comoção pela queda do avião que levava a delegação da Chapecoense, matando 71 pessoas e ferindo outras seis, chegou a Pelé. Em entrevista ao programa "Bate-Bola", da ESPN, na noite desta quinta-feira, o "Rei do Futebol" disse que o momento é de mobilização entre todos:

- No momento, o que a gente tem é de dar suporte para a vida, seja qual for. Dar muito conforto aos familiares, e a quem ficou por aqui, porque é o que eles estão precisando.

Pelé disse que o momento é de oração para que todos os familiares consigam conviver com a dor causada pelo acidente:

- É um momento triste. Estava até comentando ontem com meu assistente. Nós viajamos para todo lugar do mundo. Só faltávamos jogar na lua. Ficamos tristes. São coisas da vida. Aconteceram outros equívocos também. Nos deixa triste, deixa o Brasil triste. Pedir a Deus que dê forças à família para passar o mais rápido esse sofrimento.

Assunto que se tornou polêmico nesta quinta-feira do Brasileirão, o impasse pela última rodada foi visto com ressalvas. Segundo Pelé, a decisão é complicada de se tomar:

- É uma decisão muito difícil de se tomar. Seguindo a regra, teria de acontecer os jogos, mas importante, uma decisão muito difícil, seguindo a regra teria de acontecer o jogo, mesmo com a situação da Chapecoense. Isso seria mudar a regra do campeonato, tem de seguir o jogo.