LANCE!
14/10/2016
10:43
Rio de Janeiro (RJ)

O árbitro Sandro Meira Ricci cita, mas não explica com detalhes a confusão ocorrida no clássico entre Fluminense e Flamengo, pelo Brasileirão. O jogo foi quente no final, depois de uma indefinição sobre a validação ou não do gol do zagueiro Henrique, do Flu, que acabou sendo anulado, garantindo a vitória do Flamengo por 2 a 1.

Mesmo com as suspeitas e alegações tricolores de que a arbitragem tenha tomado a decisão graças à interferência externa - algo vetado pela Fifa -, o relato de Ricci foi evasivo.

- O jogo foi paralisado por 10 minutos, aos 40' minutos do 2º tempo, pelos atletas de ambas as equipes terem protestado contra a decisão da arbitragem em um lance de impedimento - escreveu o árbitro no documento publicado no site da CBF.

No item "observações eventuais" da súmula, Ricci, que deu sete minutos de acréscimo na etapa final, apontou: "Não houve nada de anormal".

A polêmica no Fla-Flu foi gerada porque inicialmente o assistente Emerson Augusto de Carvalho apontou impedimento do ataque do Fluminense na jogada. Mas Ricci foi consultá-lo e validou o gol. Depois de ter sido cercada pelos jogadores de ambos os times, a entrada da polícia em campo e muita discussão, a equipe de arbitragem resolveu anular o gol, que, de fato, foi marcado em impedimento.

O Fluminense está muito revoltado com o episódio O presidente Peter Siemsen já avisou que irá pedir anulação da partida no STJD.