Bruno Cassucci
21/11/2016
22:00
São Paulo (SP)

Os colorados talvez reclamem mais do que o pênalti não marcado em Tinga em 2005. Os alvinegros, "vingados" por 2007, certamente mandarão pôr no DVD. Fato é que, em um jogo em que quase nenhum jogador brilhou, mais uma vez neste Brasileirão o árbitro foi o protagonista. Rodolpho Toski Marques marcou penalidade duvidosa em Romero, Marlone converteu, e o Corinthians venceu o Internacional por 1 a 0.

Em um ano de tantas frustrações, o Timão teve uma dupla felicidade nesta segunda-feira, na Arena: se manteve próximo do G6 - dependendo apenas de si para ir à Libertadores-2017 - e ainda afundou o rival gaúcho, que segue na zona de rebaixamento, a três pontos do Vitória, 16º colocado.

O nível técnico da partida nem de longe lembrou os grandes confrontos entre os clubes em 1976, 1992 ou 2009. A emoção, porém, compensou. Para os corintianos era questão de honra ajudar no possível rebaixamento do Inter. E assim o Timão partiu para cima nos primeiros minutos.


Mesmo repleto de desfalques e com Uendel improvisado no meio de campo, o Corinthians conseguiu envolver o Inter nos primeiros minutos com triangulações e muita movimentação. O gás, contudo, durou pouco e a intensidade caiu. Na verdade, o jogo ganhou ares de pelada, com muitos passes errados, chutões e faltas a todo momento.

O enredo parecia que iria se repetir no segundo tempo, mas o pênalti de Ernando em Romero, aos oito minutos, mudou tudo.

Atrás no placar e sem criatividade, o Colorado passou a cruzar bolas na área do Corinthians, que ganhou espaços para contra-atacar. Não fosse a trave e alguns milagres de Danilo Fernandes, o placar seria ainda mais elástico.

Após o apito final, o fim do jejum de cinco jogos e mais de um mês sem vencer, além da proximidade do G6, pareciam secundários para os alvinegros, que gritavam em coro "ão, ão, ão, segunda divisão". O Inter pode cair na próxima rodada. Se empatar com o Cruzeiro, em casa, e o Vitória vencer o Coritiba, em Curitiba, o Colorado estará rebaixado. Derrota no Sul e vitória do Vitória no Paraná, idem.

FICHA TÉCNICA
CORINTHIANS 1 X 0 INTERNACIONAL

Local: Arena Corinthians, em São Paulo (SP)
Data-Hora: 21 de novembro de 2016 (segunda-feira), às 20h (de Brasília)
Árbitro: Rodolpho Toski Marques (PR)
Auxiliares: Bruno Boschilia (PR) e Ivan Carlos Bohn (PR)
Cartões amarelos: Marlone, Marciel (COR), Ernando, Anselmo (INT)
Público/Renda: 19.493 pagantes / R$ 907.361,50
Gols: Marlone 9' 2ºT (1-0)

CORINTHIANS: Walter; Fagner, Vilson, Balbuena e Guilherme Arana; Cristian (Jean 40' 2ºT); Camacho (Marciel 22' 2ºT), Marquinhos Gabriel, Uendel e Marlone (Léo Jabá 41 2ºT); Ángel Romero. Técnico: Oswaldo de Oliveira

INTERNACIONAL: Danilo Fernandes; William, Paulão, Ernando e Geferson; Rodrigo Dourado, Anselmo, Anderson, Eduardo Sasha (Nico López 12' 2ºT) e Aylon (Valdívia 33' 2ºT); Vitinho (Seijas - intervalo). Técnico: Lisca